Para deputado Carlão Pignatari, manifesto nas ruas fez governantes se “mexerem”

O deputado estadual Carlão Pignatari (PSDB) tem percorrido diversas cidades da região e em todos os seus pronunciamentos tem manifestado total apoio aos protestos pacíficos que vêm sendo realizados em todo o País, nos últimos dias. Para o deputado, o povo se cansou de viver com tanta anormalidade, que foi para as ruas protestar.

“O governo fechou os olhos para o povo e foi empurrando com a barriga, deixando muita coisa importante de lado. Essa meninada está nos dando uma lição, fazendo-nos acordar para a realidade. Eles têm razão de cobrar por melhorias em todos os setores, não só por transporte público, que, na minha opinião, foi apenas o estopim de tudo”, avalia o deputado.

Para Carlão, “não é possível uma pessoa esperar vários meses pela autorização de um exame médico. Não podemos aceitar que as pessoas fiquem jogadas em macas nos corredores de hospitais. Tenho cobrado, insistentemente, que o governo destine mais recursos para a saúde, tanto que lançamos em Votuporanga e região o movimento pelo reajuste da tabela SUS imediatamente”, sustenta Carlão.

O deputado ainda destaca que os manifestos fizeram o País acordar, “tanto que agora os governantes estão correndo em busca de soluções. Por que não viram isso antes?”, questiona. “Não é possível os hospitais filantrópicos e santas casas atenderem pelo SUS e receberem apenas 65% do procedimento. E o restante, quem paga?”, acrescenta.

Carlão lembrou que a Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (dia 26) projeto de lei que destina 75% dos recursos dos royalties do petróleo para a educação pública, com prioridade para a educação básica, e 25% para a saúde. O texto aprovado estabelece que será obrigatória a aplicação dos recursos dos royalties na educação e na saúde pela União, estados e municípios. A proposta também determina que 50% dos recursos do Fundo Social do Pré-Sal sejam aplicados na educação até que se atinja o percentual de 10% do Produto Interno Bruto (PIB).

“Para a saúde, isso ainda não é suficiente. O governo tem que melhorar as condições dos profissionais que atuam no setor, principalmente os médicos e não trazer médicos de outros países. Já que é para pagar, que se pague bem, para oferecer um atendimento digno à população”, pondera o deputado.

Por outro lado, Carlão tem dito que é necessário que se faça uma mudança rápida na legislação eleitoral. “Eu sou totalmente favorável ao voto distrital, justamente pelo fato de que o político (deputado federal ou estadual) para representar uma região deve conhecer profundamente os problemas dela.

Esse representante deve ter uma proximidade com as lideranças das cidades que formam a região. De minha parte, tenho me empenhado ao máximo para auxiliar os prefeitos, porque os pedidos são para beneficiar a população. Espero que o Congresso Nacional faça as mudanças necessárias na legislação eleitoral, instituindo o voto distrital e os mecanismos que possam melhorar e facilitar o carreamento de recursos e benefícios para os municípios”, finaliza o deputado.

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password