Pai engravida a filha e é preso por estupro

Jornal Bom Dia

O trabalhador rural Paulo Henrique Marcelino, de 44 anos, foi preso, na quinta-feira (8), em Araçatuba acusado de abusar da própria filha, de 23 anos. A prisão só aconteceu após o exame de DNA, feito por determinação da Justiça, comprovar que o neto de Marcelino, de oito anos, é, na verdade, filho dele.

Com a confirmação de abuso sexual, o Juiz Adriano Pinto de Oliveira, da 1ª Vara Criminal de Birigui, expediu o mandado de prisão preventiva contra o acusado.

O trabalhador foi preso por investigadores do GOE (Grupo de Operações Especiais), da Polícia Civil de Araçatuba, em uma propriedade rural onde ele morava com a família. Mesmo diante do resultado do exame, o acusado nega o crime.

O acusado foi apresentado no Plantão Policial de Araçatuba e foi transferido, na quinta-feira (8), para a cadeia pública de Penápolis, onde ficará à disposição da Justiça. Ele responderá por estupro e a pena pode chegar até 12 anos de prisão.

Marcelino era investigado pela polícia de Brejo Alegre, cidade a 28 km de Birigui, onde a família morava na época. Vizinhos denunciaram à polícia que o trabalhador rural abusava da própria filha, na época com 15 anos, idade em que ela engravidou. Em depoimento à polícia na época, a mulher de Marcelino disse que não sabia quem era o pai da criança, já que a filha não contava.

Segundo a polícia, nada foi comprovado na época já que a jovem possui um pequeno retardo mental e sempre dava versões diferentes. Ainda de acordo com a polícia, a mãe da jovem nega o abuso. Os nomes da mulher de Marcelino e dos filhos não foram divulgados pela polícia.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password