Pai é acusado de matar bebê de oito meses

A Polícia Civil de Catanduva cumpriu mandado de prisão na tarde de domingo, 22, contra Aparecido Nunes de Oliveira, pai de uma bebê de oito meses que morreu no último dia 20, com múltiplas lesões. O homem é acusado de homicídio. A criança, Loruama Aparecida Paschoal de Oliveira, chegou a ser socorrida ao hospital Padre Albino, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

De acordo com informações do Deinter – 5, no dia 19 de dezembro, à noite, a mãe da criança, Valdinéia Aparecida Paschoal, foi tomar banho e quando estava no box escutou a bebê chorar muito. Ela saiu correndo e viu o marido bater a cabeça da bebê contra a parede. A mãe questionou a atitude do marido e ele teria dito que não aguentava mais escutar a menina chorar.

A bebê desmaiou e ele disse que iria fazer massagem cardíaca para ressuscitá-la. A força da massagem, no entanto, foi tão forte que parte do intestino da criança saiu pelo ânus.

O mandado de prisão temporária contra o pai da criança foi expedido pela Justiça de Catanduva na sexta, 20, e foi cumprido no domingo, 22, pelos policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) da cidade. Ainda de acordo com informações do boletim de ocorrência, a mãe afirmou que desde o nascimento da filha o marido, que é pai da menina, apresentava comportamento estranho e agressivo.

Diário entrou em contato com o Conselho Tutelar da cidade, mas a conselheira, que se identificou apenas como Nanci, afirmou que o caso corre em segredo de Justiça e por isso não pode informar as ações que foram tomadas. Os familiares do bebê também foram procurados, mas ninguém atendeu aos telefonemas.

 

Victor Augusto – Diário da Região

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password