Padre Silvio se surpreende com notícia sobre golpes

Em São Paulo na tarde desta terça-feira, o padre Silvio Roberto dos Santos recebeu a notícia de que o seu nome estava sendo usado de forma criminosa por golpistas.

Após contato telefônico com a reportagem, o padre mostrou-se muito surpreso e até assustado com a notícia. Ele afirmou que o trabalho missionário dele é todo realizado em Rio Preto atualmente, e não em Votuporanga.

Lamentou o ocorrido, orientou para que pessoas fiquem atentas e não aceitem qualquer conversa com ingenuidade. “Jamais faria algo assim. Eles (os criminosos) utilizam de todos os meios para enganar as pessoas e é preciso ficar atentos”, alertou padre Silvio.

 

O caso

Um homem aparentando ter 40 anos de idade, está aplicando golpes na cidade usando de má fé o nome do conhecido padre Silvio Roberto dos Santos, que atualmente dirige uma paróquia em São José do Rio Preto.

Conforme informações colhidas pela reportagem, vítimas do golpista acionaram o CAD (Centro de Atendimento e Despacho) da Polícia Militar de Votuporanga para denunciar que um homem estava praticando golpes usando o nome do padre Silvio, que durante muitos anos foi pároco da Igreja Santa Luzia.

Segundo a denúncia, o indivíduo bate palmas na casa das vítimas, principalmente mulheres de idade, dizendo que o padre Silvio está na casa da vizinha ao lado fazendo uma oração pela família e abençoando objetos de valor dessas pessoas. O golpista então pergunta à senhora se ela tem algum objeto de valor e que gostaria que fosse abençoado pelo suposto padre.

Por se tratar de uma pessoa religiosa, de vários serviços comunitários prestados ao município, padre Silvio é uma figura bastante conhecida e querida pela comunidade votuporanguense. Em razão disso, as vítimas, em sua maioria mulheres com idade avançada, acabam entregando objetos pessoais para serem abençoados pelo padre.

Pelo menos três mulheres já reclamaram na polícia terem sido vítimas do golpista. Em um dos casos, uma senhora entregou um anel, um brinco e um colar de ouro ao indivíduo, que disse à vítima que levaria os objetos até a casa vizinha onde se encontrava o padre e, em seguida os devolveria. Uma das vítimas percebeu que se tratava de um golpe, tentou seguir o indivíduo mas não o alcançou.

Diante disso, acionou a Polícia Militar, que, logo após, recebeu mais dois telefonemas de supostas vítimas, registradas em Votuporanga e no município vizinho de Sebastianópolis do Sul. Os golpes foram aplicados principalmente na área central cidade, nas proximidades da escola “Uzenir Coelho Zeitune” e do Paço Municipal.

Segundo as vítimas, o golpista carregava um livro que parecia ser uma bíblia sagrada, tem aparentemente 40 anos, possui um dente de ouro, gordo, branco, cabelos e olhos castanhos e possui cerca de 1,70 metros. Qualquer informação pode ser acionado o CAD 190.

votunews.

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password