Padre Nino visita Votuporanga e realiza missa aos fiéis

Encontro com o sacerdote foi no último domingo, na igreja da Matriz

O padre italiano Nino Carta, fez uma surpresa para os votuporanguenses e presidiu a Santa Missa na Igreja Matriz às 19h, no último domingo, 5 de julho. Padre Nino foi pároco da Paróquia Nossa Senhora Aparecida de Votuporanga de 1983 a 1991 e atualmente é pároco da Paróquia Santa Anastácia na cidade italiana de Budusò, na Ilha de Sardenha.

Ele chegou ao Brasil no último sábado, 4, para curtir alguns dias de férias e coordenar o Retiro Anual da Associação de Leigos Consagrados Comunhão e Missão.  Esta associação foi fundada por ele em 1982 e está presente nas cidades de Mirassol, Rio Preto, Caraguatatuba, Ubatuba, Votuporanga, Caxito (Angola) e Budusò (Itália).

Esta foi uma oportunidade para os fiéis da cidade em rever o sacerdote, relembrar os belos momentos vividos juntos e agradecer ao padre Nino pelos belíssimos trabalhos realizados em Votuporanga, como a criação das Comunidades Eclesiais de Base (CEBs), Pastoral do Menor, Festival Estrelinhas, Programa de Rádio “Bondade é Notícia”, Seminário Paroquial, entre outros.

Na homilia, o sacerdote italiano afirmou: “Toda vez que volto a Votuporanga encontro tudo aquilo que entrou em minha alma quando cheguei à paróquia em 1983. Aqui vivemos a experiência da realização de sonhos, sofrimentos, experiências tão lindas que o Espírito Santo fez acontecer aqui. Quando se semeia com amor e dedicação a semente brota. Esta é a paróquia mais maravilhosa em que estive. Tudo passa na nossa vida, mas só o amor de Deus fica. Nada é pequeno se é feito com amor.”

Ao fim da celebração, os presentes puderam dar um abraço caloroso no estimado padre e conversaram um pouco sobre os momentos vividos juntos.

 

Sobre Nino

Nascido Pietro Saturnino Carta, na Itália, padre Nino como é carinhosamente chamado, foi ordenado sacerdote no dia 15 de agosto de 1963. O padre italiano esteve a frente da paróquia Nossa Senhora Aparecida entre os anos de 1983 e 1991, sendo o primeiro pároco após a saída dos freis capuchinhos. Nos quase oito anos em que esteve em Votuporanga, Padre Nino, italiano de nascença, mas brasileiro de coração, cativou os fiéis votuporanguenses que lotavam a Igreja Matriz para ouvir as homilias e as músicas cantadas e tocadas pelo sacerdote.

Padre Nino Carta foi um grande incentivador das CEBs (Comunidades Eclesiais de Base), dividindo o território paroquial em pequenas comunidades de forma a levar a igreja mais perto das casas dos fiéis. Preocupado com a juventude, criou a Pastoral do Menor. Grande comunicador, deu início as transmissões do programa de rádio “Bondade é Notícia” e da Santa Missa dominical na TV.

Apaixonado pelo futebol, a exemplo do frei Arnaldo, padre Nino não perdia um jogo da Votuporanguense. Visando o despertar vocacional de muitos jovens, o sacerdote criou um seminário paroquial, sendo uma etapa de amadurecimento antes da ida dos vocacionados para o seminário diocesano. Esta experiência deu a igreja novos padres, como o padre Gilmar Margotto, Jair de Marchi, Leonel Brabo, Leonildo Pierin, entre outros.

O nome da Livraria Católica votuporanguense “Mamma Pasqua” é uma homenagem à mãe do padre Nino.

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password