Padre é acusado de abuso sexual contra ex-funcionária de Paróquia de Novais

A Diocese de Catanduva afastou por tempo indeterminado um padre da paróquia Imaculada Conceição, no município de Novais. Ele foi acusado por uma ex-funcionária da paróquia por abuso sexual.

O caso ocorreu no mês passado, mas a vítima só procurou a polícia no início de julho para registrar o boletim de ocorrência. De acordo com a denúncia, o padre teria abraçado a funcionária e pedido por um beijo. A Polícia Civil investigará o caso.

De acordo com a Diocese, a Igreja abriu uma sindicância interna para apurar o que aconteceu. Até que as investigações sejam concluídas, o sacerdote permanecerá afastado. “Esse é um procedimento normal da Igreja. Quando ocorre uma denúncia desse nível, o primeiro passo é pedir o afastamento do cargo”, explicou o responsável pela assessoria de imprensa da Diocese de Catanduva, Padre José Luiz Cassemiro.

A reportagem do Diário da Região tentou contato com o Bispo de Catanduva, dom Otacilio Luziano da Silva, mas ele não atendeu aos nossos telefonemas.

0 Comentários

Deixe um Comentário

2 + 17 =

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password