Padre Donizeti é transferido para cadeia de Catanduva

Foi transferido, na manhã desta quarta-feira, dia 19, da Central de Flagrantes de Rio Preto para a Cadeia Pública de Catanduva, o padre Aparecido Donizeti Bianchi, 58 anos, ex-pároco da Sé Catedral de Rio Preto.

Ele foi preso na manhã de terça-feira, 18, em Rio Preto, em cumprimento de um mandado de prisão expedido no dia 9 de setembro, referente a um processo por embriaguez ao volante em que o padre é réu desde 2011.

A denúncia se refere a um episódio ocorrido no dia 30 de maio de 2010, quando o padre foi detido dirigindo embriagado na rodovia BR-153, em José Bonifácio.

Na ocasião, o teste do bafômetro apontou que Donizeti tinha concentração de álcool superior a 0,6 gramas por litro de sangue. Testemunhas relataram na época que o pároco fazia zigue-zague com o carro pela rodovia e teria invadido a contramão.

O padre foi condenado a dois anos de detenção em regime semiaberto, além do pagamento de multa de R$ 8,8 mil e suspensão da CNH por dois anos. Antes disso, o padre já havia se envolvido em outras seis ocorrências desde 2006 e condenado, em 2008, a 2 anos e seis meses de prisão por dirigir embriagado.Elton Rodrigues/Diário da Região

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password