Ortopedista esclarece dúvidas sobre dor nas costas

Dica de Saúde desta semana convidou Dr. Onildo da Silveira para explicar sobre sintomas e tratamento.

Desconforto comum para muitos brasileiros, a dor nas costas é, na maioria das vezes, mascarada com analgésicos. Mas é preciso atenção para esta doença. De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), 85% a 90% da população possui ou ainda vai sofrer desse mal, que além de prejudicar a qualidade de vida, representa um impacto socioeconômico muito importante.

Para esclarecer todas as dúvidas, o Dica de Saúde convidou o ortopedista da Santa Casa de Votuporanga, Dr. Onildo José da Silveira. Ele explicou o que é a lombalgia. “A coluna vai até o final das nádegas. Ela é a inflamação em toda essa musculatura”, disse.

A patologia possui três tipos. “Temos a aguda (que dura até seis semanas), subaguda (se estende até 12 semanas) e a crônica (persiste por mais de 12 semanas. Entretanto, 90% dos casos são de lombalgia aguda”, complementou.

O médico apontou os sintomas. “O paciente reclama de dor na coluna, associada ao travamento. Em outras vezes, pode ser irradiada nas nádegas até posterior do joelho, conhecida como inflamação do nervo ciático”, afirmou.

Causas

Dr. Onildo detalhou as causas. “A maioria é a má postura, posição errada ao sentar, ao dirigir ou ao dormir. Também pode ser por pegar peso acima do limite. Mas há casos de traumáticas como acidentes e pancadas”, disse.

Tratamento

O ortopedista destacou o tratamento. “Se resume aos exercícios de alongamento, fortalecimento e de melhora postural. Junto com isso, orientamos reeducação de peso. Associamos a remédios como anti-inflamatório, analgésicos e, para dores crônicas, uso de antidepressivos”, finalizou.

Assista o vídeo completo na nossa página: www.facebook.com/santacasadevotuporanga

0 Comentários

Deixe um Comentário

quatro + 16 =

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password