Orquestra Arte Viva e Elba Ramalho se apresentam dia 24 na Concha Acústica

Apresentação integra a série de eventos Concertos Sinfônicos Itaú; repertório junta canções conhecidas de Dominguinhos e seus diversos parceiros

A Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, anuncia mais um grandioso espetáculo na Concha Acústica. Num oferecimento do Itaú, a Orquestra Sinfônica Arte Viva fará uma apresentação com a cantora Elba Ramalho como convidada, dentro da série de eventos Concertos Sinfônicos Itaú. O evento será no dia 24 de outubro (sexta-feira), às 20h30, totalmente gratuito.

A Orquestra Arte Viva de São Paulo costuma misturar diferentes sonoridades da música erudita e popular. Com 18 anos de estrada, o grupo é regido pelo maestro Amilson Godoy. Elba Ramalho é dona de um timbre inconfundível e de uma energia eletrizante. Com três décadas de carreira, a Ave de Prata continua a dar um banho de musicalidade e continua a contagiar o público por onde passa.

No repertório do concerto, a orquestra apresentará “Aquarela do Brasil”, de Ary Barroso, “Assum Preto” e “Asa “Branca”, de Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira, entre outros. Elba Ramalho apresentará com a orquestra um repertório de vários sucessos como “Tenho Sede”, “Eu só Quero um Xodó”, “Lamento Sertanejo”, “Gostoso Demais” “Aconchego”, entre outros.

O show é uma realização do projeto Concertos Sinfônicos, do Itaú, que tem a proposta de tornar a cultura mais acessível a diferentes públicos. “O Itaú tem tradição no patrocínio à cultura por entender o seu acesso como ferramenta essencial à construção da nossa identidade e na promoção da cidadania”, diz Fernando Chacon, diretor executivo do Itaú Unibanco.

A Orquestra Arte Viva foi criada em 1996 pelo maestro Amilson Godoy, objetiva dar um tratamento mais elaborado à música popular, com o intuito de formar um público mais exigente. “Quando falamos de uma Orquestra Sinfônica temos o hábito de relacionar esta manifestação musical com a música clássica. O requinte musical, com raras exceções, privilégio da música erudita, deve estar presente também na música popular”, define o maestro, resumindo o conceito pilar da criação de sua orquestra.

Amilson Godoy é pianista, compositor, maestro, arranjador e professor. Atuou como solista em prestigiados grupos e atuou frente a diversas orquestras sinfônicas do país. Venceu vários concursos antes de receber o prêmio de melhor arranjador no 26º Festival Internacional da Canção de Viña Del Mar – feito até então inédito para um brasileiro. A partir de 1964, ganhou projeção com o grupo Bossa Jazz Trio, com o qual excursionou por diversos países das Américas e da Europa. Com Elis Regina, participou de várias dessas turnês, além de seu lançamento na Europa no Festival Midem de Cannes e em sua primeira temporada no consagrado Teatro Olimpya de Paris.

Posteriormente, à frente do Quinteto Amilson Godoy, buscou levar a música popular a diversas cidades brasileiras. Em 1981, cria o Grupo Medusa, um dos ícones da nossa música instrumental. Com ele, Amilson se apresentou em diversos festivais de jazz pela Europa. Com importante atuação no campo da educação musical, coordenou a Escola de Música da Fundação das Artes de São Caetano do Sul (1970-80) e criou o modelo de ensino que é seguido até hoje pelas escolas especializadas. Entre suas muitas parcerias, destacam-se Toquinho, Fafá de Belém, Dominguinhos, Gilberto Gil, Elba Ramalho, Arthur Moreira Lima, Alceu Valença e Gilberto Gil.

Serviço

O QUE: Concerto Orquestra Sinfônica Arte Viva, com a participação da cantora Elba Ramalho

QUANTO: Gratuito

ONDE: Concha Acústica “Geraldo Alves Machado”, Votuporanga (SP)

QUANDO: 24/10, sexta-feira, às 20h30

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password