Operadora Vivo deixa de dar manutenção em telefone público

Com o avanço do telefone celular e cancelamentos em linhas fixas, há que ainda reclama da falta de manutenção em orelhões. A sugestão da notícia partiu de uma empresária que tem um comércio bem na frente de um orelhão no centro de Fernandópolis e vende recarga para aparelhos celulares.

Em e-mail enviado a reportagem do regiaonoroeste.com, ela relata que é até xingada por pessoas que tentar “ainda” usar o telefone público. Já algum tem a operadora de telefônica que serve o município de Fernandópolis e todo o Estado de São Paulo, deixou de prestar serviços de manutenções nos aparelhos públicos da cidade.

O resultado é diversas reclamações registradas por essa empresária. “Não agüento mais a pressão das pessoas sobre mi, me xingando porque eu não mando arrumar e que nenhum orelhão no centro da cidade funciona. Algumas vezes eu até empresto meu celular para as pessoas fazerem ligação de emergência porque nem pra Samu ou policia o telefone faz chamadas”.

Cansada de ser insultada pela população que não consegue entender que ela não tem nada haver com a situação, chegou a colar um recado no aparelho: “Não funciona. A Vivo não vem arrumar, obrigado!”.

Região Noroeste.com

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password