Operação prende 16 pessoas por furto de gado na região

REGIÃO – Dezesseis pessoas, entre elas uma mulher, foram presos na manhã desta terça-feira (11) durante a operação Garrote, desenvolvida em conjunto entre as delegacias Seccionais de Tupã e de Araçatuba, e a Delegacia de Iacri, que iniciou as investigações.

 

A maioria dos presos, inclusive um dos líderes da quadrilha, é de Araçatuba, onde seis pessoas foram presas.

As outras prisões ocorreram em Birigui (4), Clementina (1), Santópolis do Aguapeí (1), Luiziânia (1) e José Bonifácio (1). Dois dos que tiveram o mandado de prisão expedido pela Justiça estão em penitenciárias do Estado do Paraná, onde também seriam cumpridos outros mandados de prisão, totalizando 22 na operação.

A delegada de Iacri, Milena Davoli Nabas de Melo, explicou que a investigação teve início em agosto de 2013, a partir do furto de 25 cabeças de gado em Iacri. O diferencial da quadrilha é que não havia receptadores para a mercadoria furtada. Os animais eram remarcados e por meio de notas fiscais falsas, eram comercializados em leilões ou entregues em frigorífico para abate.

CASOS

Durante a investigação a polícia identificou 36 furtos de gado, totalizando mais de 700 animais levados. Três caminhões usados no transporte dos animais foram apreendidos, dois deles durante a investigação e um na manhã desta terça-feira (11).

Folha da Região

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password