Polícia Federal prende mais duas pessoas em Votuporanga

Foram presas na manhã deste sábado, dia 13, em Votuporanga, outras duas pessoas envolvidas com as empresas investigadas na Operação Fratelli. Eles foram detidos pela Polícia Federal de Jales. 


A esposa do diretor da empresa investigada que está preso com outras 12 pessoas desde a manhã da última terça-feira (09/04) no CDP em São José do Rio Preto (SP) e um técnico em informática funcionário de confiança foram presos em Votuporanga na manhã de hoje.

A operação foi deflagrada na última terça-feira, dia 9 e desvendou um grande esquema de desvio de recursos públicos em contratos com aproximadamente 80 cidades do interior paulista e contava com participação de empresários, servidores públicos e dirigentes da Superintendência da Caixa Econômica Federal de Rio Preto, dentre outros.

A motivação da representação das prisões feitas pela PF de Jales ao juiz da 1ª Vara Criminal de Fernandópolis, Dr. Evandro Pelarin, na data deste sábado, foi em decorrência da confirmação de informações que indicam que a esposa do empresário preso e um funcionário de confiança da área de informática estariam ocultando e destruindo provas que poderiam incriminar ainda mais o grupo investigado.

Após a análise da representação da PF, o juiz deferiu a prisão dos dois indivíduos que foi cumprida na manhã de hoje bem como a expediu mandado de busca e apreensão para a residência do técnico em informática objetivando localizar mídias, arquivos e equipamentos de interesse da investigação para serem analisados e periciados.

Com o resultado da análise dos objetos apreendidos, outros fatos e nomes de interesse da investigação até então ocultos poderão surgir.

A prisão temporária dos 13 presos na Operação Fratelli que venceria neste sábado (13/04) foi prorrogada por mais 5 dias, por ordem do juiz da 1ª Vara Criminal de Fernandópolis, Dr Evandro Pelarin. Os presos e o material apreendido na data de hoje foram levados para a Delegacia da PF de Jales. Eles prestarão esclarecimentos ao Delegado Federal Cristiano Pádua da Silva e posteriormente serão encaminhados a presídios da região.

Documentos apreendidos

Durante este sábado, dia 13, policiais federais realizaram várias diligências complementares às duas prisões ocorridas na manhã. No fim da tarde, em uma casa do bairro Pozzobom, em Votuporanga, foram localizadas duas sacolas contendo cinco discos rígidos, sessenta e um DVDs gravados, 2 pen drives, 1 tablet além de numerosa documentação relativa a operações das empresas investigadas, dentre elas várias planilhas e diversos outros documentos impressos, alguns com manuscritos, além de 5 aparelhos celulares e 6 chips telefônicos.

Todo material apreendido será periciado e analisado pela PF de Jales (SP) com o auxílio de peritos federais. Os dados serão extraídos e cruzados com as demais informações já existentes objetivando esclarecer e, possivelmente, descobrir novas operações suspeitas e outros envolvidos na presente investigação.

Fonte: Polícia Federal de Jales

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password