Operação da DIG prende oito por tráfico e receptação

Mapeado os pontos de drogas em quatro bairros da periferia de Rio Preto os investigadores do Núcleo de Investigações Sobre Drogas da DISE/DIG (Delegacia de Investigações Gerais), prenderam nesta quinta-feira (16) oito pessoas cinco delas por tráfico de maconha e outras drogas.

Considerada figura de destaque ao longo da ação de combate ao comércio irregular de drogas nas esquinas dos bairros: Jardim Santo Antônio, Urano, Recanto dos 18, uma mulher de 37 anos flagrada vendendo pedras de crack numa rua do Jardim Paraíso foi levada para a delegacia, porém é mãe de filhos pequenos e a juiz determinou que poderá responder ao processo em liberdade condicional.

Na casa dela os policiais civis acharam uma balança e porção média de cocaína preparada para entrar no sistema prisional. A polícia desconfia que ela pretendia colocar o alucinógeno no corpo pratica comum durante a visita aos presos.

A mulher já tem passagens ao tentar entrar com droga no começo do ano na penitenciaria de Riolândia-SP (145 km de Rio Preto).

Um homem, 56, também foi preso por receptação qualificada de equipamentos que via de regra são usados por músicos, com ele havia uma caixa de som e um amplificador. O dono dos objetos furtados procurou à polícia e disse que havia produtos iguais ao dele sendo comercializados em um site de compras.

O suspeito alegou que teria comprado a mercadoria de outra pessoa não identificada o discurso não convenceu o delegado, que após o flagrante pediu ao judiciário a prisão temporária dele.

 

DHoje Interior

0 Comentários

Deixe um Comentário

dois + 15 =

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password