Operação Ano Novo detém 23 motoristas embriagados

No feriado prolongado de Ano Novo, entre sábado e o final do dia 1º, 23 motoristas foram autuados pela nova Lei Seca nas rodovias estaduais da região de Rio Preto e Votuporanga. Desses, três foram presos em flagrante por apresentar concentração superior a 0,3 miligrama de álcool por litro de ar expelido ou seis decigramas de álcool por litro de sangue.Somando-se aos números do feriadão de Natal, desde o último dia 21, quando a nova lei entrou em vigor, 51 pessoas foram autuadas e 24 detidas na região pela Lei Seca, que agora prevê punição mesmo quando o motorista não faz o teste do bafômetro ou o exame de sangue. A polícia determina o enquadramento – se o motorista discordar, será avisado que tem o direito de fazer um dos dois testes: o que seria uma prova, agora é direito de defesa.A 3ª Companhia de Policiamento Rodoviário, com pelotões subordinados em São José do Rio Preto, Fernandópolis e Jales, responsável por uma área de atuação de 1.629 km de rodovias em nossa região, intensificou as atividades de policiamento como objetivo principal a preservação de vida e livre fluidez, com ações de fiscalização e policiamento na malha rodoviária estadual.

 

Durante o período foram fiscalizados 1.358 veículos, 183 sendo motocicletas, recolhidos 109 documentos de veículos (CRLv), sete Carteiras Nacionais de Habilitação. Entre as ações policiais desenvolvidas, foi priorizada a inibição de infrações dinâmicas, ou seja, aquelas cometidas pelo condutor com o veículo em movimento, como ultrapassagens em locais proibidos e excesso de velocidade, dentre outras manobras que, além de gerar risco de acidentes, comprometem a fluidez do tráfego.

Acidentes

Cinco pessoas morreram no feriado de Ano Novo nas rodovias da região – duas na rodovia Euclides da Cunha (SP-320), uma na Feliciano Salles Cunha (SP-310), uma na Assis Chateaubriand (SP-425) e uma na BR-153. No Natal, houve apenas uma morte. Foram 50 acidentes no Noroeste paulista no período entre os dias 29 de dezembro e 1º de janeiro, que deixaram 52 vítimas, das quais 40 leves e 12 graves. Os números são da 3ª Companhia da Polícia Rodoviária Estadual, em Rio Preto, e do 3º Pelotão, em Catanduva.

?Analisando as causas e as circunstâncias de cada acidente, verificamos que a falta de atenção e dos cuidados indispensáveis à segurança do trânsito por parte dos condutores estiveram presentes?, disse, em nota, o capitão Fabiano Nascimento, comandante da Polícia Rodoviária Estadual na região.

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password