Oftalmologista do SanSaúde fala sobre diagnóstico precoce do glaucoma

Dra. Virginia Célia Madeira de Carvalho explicou sobre tratamento da doença, importância da atividade física e uso correto de colírios

O glaucoma é uma doença silenciosa e que, em estágio avançado, pode levar a perda da visão. Por isso, a informação e a educação são ainda as melhores maneiras de prevenir e combater a patologia.

De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), o glaucoma é responsável por 13% da cegueira global e, a cada ano, surgem mais 2,4 milhões novos casos. A estimativa atual é que a doença atinja cerca de 70 milhões de pessoas em todo o mundo. No dia 26 deste mês, é comemorado o Dia Nacional de Combate ao Glaucoma, data que tem como principal objetivo chamar a atenção da população sobre as medidas de prevenção.

A oftalmologista Dra. Virginia Célia Madeira de Carvalho, do SanSaúde, ressalta a importância do diagnóstico precoce e às visitas regulares ao oftalmologista. “O glaucoma é uma doença do nervo óptico (responsável por levar as informações dos olhos ao cérebro), que pode levar à cegueira irreversível. O seu diagnóstico é feito em consulta e com exames complementares como tonometria (medida de pressão intraocular), gonioscopia, paquimetria, campimetria visual, conforme cada caso. É fundamental sua ida ao oftalmologista uma vez ao ano, para que seja identificado de forma precoce, com tratamento imediato”, afirma.

Público de risco e medicamentos

Além da hereditariedade, idade avançada, hipertensão ocular, miopia elevada, raças negra e asiática são os principais fatores que favorecem o aparecimento da doença. Dra. Virginia explicou que os colírios têm função de diminuir a pressão intraocular e, consequentemente, proteger os nervos ópticos e suas fibras. “Assim, diminui os danos e protege a visão, da mesma forma que cirurgias e procedimentos”, afirmou.

Sobre os efeitos colaterais, a médica disse ainda que alguns colírios podem causar olhos vermelhos, crescimento de cílios, entre outros. “Avaliamos o custo-benefício. Alguns efeitos diminuem com o tempo ou são amenizados com uso de lubrificantes”, contou.

Exercícios físicos e prevenção

Pesquisas mostram que exercícios aeróbicos moderados são benéficos e recomendados aos pacientes com glaucoma. O glaucoma mais comum (crônico de ângulo aberto) tem como prevenção o acompanhamento regular com oftalmologista para diagnosticar e tratar precocemente. “Já o glaucoma agudo que cursa com dor pode ser evitado por meio de procedimentos preventivos (laser). Enfim, a consulta regular e o uso de medicação somente com prescrição médica são as principais formas de prevenção ao glaucoma”, finalizou.

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password