Números de roubos, furtos e estelionatos caem em Votuporanga

“Impostos pagos pelo contribuinte são direcionados de acordo com os índices de criminalidade”, informa delegado da DIG

A maioria dos chamados crimes contra o patrimônio, que incluem roubos, furtos e estelionatos, caiu no município em relação ao ano passado. É o que consta na estatística da DIG (Delegacia de Investigações Gerais), divulgada pelo delegado Marcio Nobuyoshi Nosse, com exclusividade ao Diário.
É o caso dos roubos: em geral, em 2012, foram registrados 58 roubos, já até o mês passado deste ano, foram registrados 45 roubos em geral no município. Os levantamentos foram feitos desde janeiro ao mês passado deste ano.
Para o delegado Márcio Nosse, o cenário da criminalidade, a seu ver, está diretamente relacionado ao crescimento demográfico.

“Votuporanga, por exemplo, teve um alto índice de crescimento nos últimos anos e os índices criminais também recrudesceram. Não entendo racional acreditar que os índices criminais mantenham-se os mesmos, quando a cidade tem sua população crescendo significativamente. No entanto, apesar da população ter uma sensação de que houve uma piora no que se refira à segurança pública, é de nosso entendimento que isso é natural, mas, que esta cidade ainda é muito segura. Não há progresso sem ônus. Cabe à população cobrar do Estado que destine recursos para manter, pelo menos, índices suportáveis de criminalidade”.
Em 2012, foram registrados 466 furtos e, neste ano, por enquanto foram registrados 363. Em relação aos estelionatos, a estatística também apontou que houve uma redução entre 2012 e 2013. No ano passado, foram registrados 44 estelionatos, já nesse ano por enquanto 16.
De acordo com o delegado, “com o advento da rede mundial de computadores – internet – houve uma mudança no perfil do estelionatário. Agora, os estelionatos têm sido praticados em ambientes virtuais. Através da internet, de qualquer lugar que se esteja, se pode criar imagens, endereços, que induzem a erros os destinatários, os levando ao prejuízo. Recentemente, a DIG prendeu em flagrante três indivíduos, desta cidade, que movimentaram grande quantidade de dinheiro, adquirindo produtos eletrônicos pela internet. Apesar de parecer ao agente criminoso que ele está seguro de uma investigação, sempre deixa rastros, inclusive virtuais e é nisso que a Polícia precisa investir, ou seja, em conhecimento de como agem esses bandidos. Não obstante, ainda há registros de golpes antigos, tais como o ‘conto do bilhete premiado’, ‘golpe da recompensa’, entre outros. Semana passada, pela DIG, foi preso um estelionatário que teve a prisão preventiva decretada, que tem contra si inúmeros registros. Eles utilizaram cheques de um banco já extinto, produto de furto, compraram diversos bens, notadamente veículos de vários munícipes. A população tem que entender que o que lhe parece barato, pode sair caro, muito caro”.

Subnotificação
Marcio Nosse relatou que no município não há notificação de delitos. “Se houver a subnotificação o índice será bem baixo. Existem inúmeros instrumentos que levam à autoridade competente o conhecimento de delitos que eventualmente estejam acontecendo. Os telefones 190, 197, ‘disque 100’, ‘disque denúncia’, todos estão a serviço da população. Às vezes há o mau uso dessas ferramentas, mas, são, a meu ver, eficientes. Além do mais, há diversos órgãos que recebem direta ou indiretamente notícias de crimes. É o caso da Polícia Civil, da Polícia Militar, do Ministério Público, do Conselho Tutelar e Procon. Além de que legislações inovadoras estimularam o acesso aos órgãos policiais, prova disso é a Lei 11.340/2006 – Lei Maria da Penha. Para quem atua na área, sabe o quanto a mulher tem buscado os seus direitos”.
O delegado finalizou que aqueles que não notificam os delitos talvez estejam motivados pela pouca importância do objeto. “É bom esclarecer que é importante que todos os crimes sejam registrados, até porque, os recursos estatais – impostos pagos pelo contribuinte – são direcionados de acordo com os índices de criminalidade”.

Paola Munhoz – Diário de Votuporanga

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password