Número de votuporanguenses presos aumenta a cada dia

No primeiro semestre deste ano, mais de 2 mil pessoas passaram pela Secretaria Municipal de Direitos Humanos em busca de algum tipo auxílio.

O expressivo número indica um aumento de cerca de 50% de casos atendidos este ano, em comparação ao mesmo período em 2014.
Entre os auxílios mais requeridos, estão os ligados à saúde, habitação, educação, abandono de idosos, violência contra o menor e auxílio alimentação (cesta básica emergencial).
Segundo a Secretaria, as denúncias são oriundas de todos os setores do município e são feitas por pessoas de todos os níveis sociais, raça, credo e etnia que são atendidas. “Em todas as denúncias a Secretaria Municipal de Direitos Humanos toma as devidas providências. Ou ligamos diretamente para o Disque 100, como fomos orientados a fazer, ou passamos para os órgãos competentes do município mantendo assim o ato constante do acompanhamento dos casos enviados aos demais órgãos, para garantir a resolução dos problemas a nós relatados.”
Entre os casos mais atendidos estão os acompanhamentos e encaminhamentos de famílias em estado de vulnerabilidade, que necessitam de algum tipo de apoio. No comparativo do período de janeiro a junho de 2014 e de 2015, os acompanhamentos de familiares de penitenciários foram os que mais cresceram, triplicando em relação a 2014. “No ano passado, no primeiro semestre, passaram 73 pessoas, enquanto que neste ano, no mesmo período, foram 257”, afirma a Secretaria.
O secretário municipal de Direitos Humanos, Emerson Pereira, explicou que a pasta é muito procurada por famílias que desejam obter informações sobre os sentenciados. “Algumas penitenciárias ficam até 400 km de distância de Votuporanga e aqueles que não têm condições financeiras de fazer o contato recorrem em busca de auxílio. Sendo assim, nos procuram para podermos fazer esta ponte”, falou.
A Secretaria também atende ex-presidiários, uma forma de resgatar a dignidade e oferecer recomeço ao ser humano. Neste primeiro semestre, pelo Projeto Votuporanga em Ação 2, foram atendidas 2 mulheres ex-reclusas e 6 homens ex-reclusos. Além disso, dois inscritos já conseguiram a ressocialização e foram contratados pelas empresas. “Aproximadamente 20 pessoas que acabaram de sair da cadeia estão esperando vaga”, frisou o secretário.
Segundo a pasta, é comum, fora o atendimento ao detento, também à sua família, que constantemente necessitam de auxílio da Secretaria. “Temos muitos moradores de Votuporanga presos em diversas unidades prisionais. O número aumenta a cada dia. Isso nos causou uma grande preocupação para que nós pudéssemos realizar trabalhos mais eficientes voltados a este público e familiares, que não podem simplesmente serem esquecidos ou menosprezados pela sociedade devido a algum crime que cometeram”, disse o secretário.
A Secretaria Municipal de Direitos Humanos foi criada no segundo mandato do prefeito Junior Marão e oferece auxílio social aos que têm o seu direito humano violado. É de responsabilidade da pasta garantir os direitos das mulheres, da população LGBT, dos que estão em situação de rua, das crianças e adolescentes, dos idosos e de todos aqueles que de alguma maneira sofrem preconceito. A criação da pasta justifica-se na importância de ser o elo entre a população e a administração pública, trabalhando em conjunto com todas as demais secretarias municipais e conselhos municipais.

Seminário
A Secretaria Municipal de Direitos Humanos realizou em abril deste ano o 1.º Seminário do Sistema Prisional. O evento contou com a palestra do Juiz Titular da 5.ª Vara Civil da Comarca de Votuporanga, Sergio Martins Barbatto Júnior.
O secretário Emerson Pereira destaca que o Seminário realizado neste ano teve como objetivo esclarecer todas as dúvidas das famílias assistidas ou da população sobre o sistema penitenciário. “Foi um momento exato para que saibam que os sentenciados não estão esquecidos ou desprezados por estarem presos. Estamos de portas abertas para atender a todos os munícipes de nossa cidade que nos procurarem, porque lutamos pelos Direitos Humanos de todos”. Mariana Biork/Diário de Votuporanga

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password