Novembro Azul conscientiza homens sobre câncer de próstata

Campanha trata da importância da prevenção e do diagnóstico precoce

A exemplo do que aconteceu com o ‘Outubro Rosa’, marcado como o mês de combate ao câncer de mama, novembro trouxe para a comunidade Unifev a campanha de conscientização dirigida ao público masculino sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer depróstata, segundo tipo com maior ocorrência entre os homens no Brasil.

“A pessoas não têm que se preocupar só com o câncer, mas também com as doenças da próstata, que vêm antes. Os homens devem fazer prevenções porque o câncer de próstata é silencioso, não tem sintomas. Se o paciente tiver casos de câncer na família, o ideal é que aos 45 anos faça a sua prevenção”, informa a Profª Ma. Maria Celina Trevizan Costa, coordenadora das duas campanhas no Centro Universitário de Votuporanga.

“O Novembro Azul na instituição nasceu em 2013, em função de cobranças por parte dos homens desde quando implantamos o Outubro Rosa no último ano”, frisou Maria Celina. A iniciativa da campanha surgiu por meio do coordenador do PIBID Letras à época, Prof . Dr. Eduardo Catanozi, em parceria com os alunos PIBID Letras e dos alunos do 6º período de Psicologia (diurno e noturno), na disciplina de Psicologia da Saúde, aplicada pela Profª Maria Celina.

 
A campanha está sendo desenvolvida nos dois campi do Centro Universitário de Votuporanga por meio de cartazes e de manequins masculinos com diversas informações sobre o câncer de próstata.

 
Saiba mais sobre o câncer de próstata 


Sintomas
Em sua fase inicial, o câncer da próstata tem evolução silenciosa. Muitos pacientes não apresentam nenhum sintoma ou, quando apresentam, são semelhantes aos do crescimento benigno da próstata (dificuldade de urinar, necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou a noite). Na fase avançada, pode provocar dor óssea, sintomas urinários ou, quando mais grave, infecção generalizada ou insuficiência renal.

 
Tratamento

A escolha do tratamento mais adequado deve ser individualizada e definida após discutir os riscos e benefícios do tratamento com o seu médico.

 
Prevenção
Já está comprovado que uma dieta rica em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais, e com menos gordura, principalmente as de origem animal, ajuda a diminuir o risco de câncer, como de outras doenças crônicas não-transmissíveis. Nesse sentido, outros hábitos saudáveis também são recomendados, como fazer, no mínimo, 30 minutos diários de atividade física, manter o peso adequado à altura, diminuir o consumo de álcool e não fumar.
A idade é um fator de risco importante para o câncer de próstata, uma vez que tanto a incidência como a mortalidade aumentam significativamente após os 50 anos.

 
Pai ou irmão com câncer de próstata antes dos 60 anos pode aumentar o risco de se ter a doença de 3 a 10 vezes comparado à população em geral, podendo refletir tanto fatores genéticos (hereditários) quanto hábitos alimentares ou estilo de vida de risco de algumas famílias.

 

O câncer de próstata é o tipo de câncer que mais acomete os homens em todo mundo. No Brasil, foram estimados cerca de 60 mil novos casos somente em 2012, de acordo com Instituto Nacional do Câncer (INCA).

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password