Nota Oficial da Secretaria da Administração Penitenciária de SP

Suspensão de saída temporária gera protestos em presídios do Estado; benefício aumentaria risco de propagar o coronavírus nas unidades.

Segundo informado pela Secretaria da Administração Penitenciária do Estado de São Paulo, estão ocorrendo nesta segunda-feira (16) atos de insubordinação nos Centros de Progressão Penitenciária de Mongaguá, Tremembé e Porto Feliz, além da ala de semiaberto da Penitenciária II de Mirandópolis.

O motivo seria a suspensão da saída temporária, que ocorreria nesta terça-feira (17). Tanto o Grupo de Intervenção Rápida (GIR) como a Polícia Militar do Estado de SP foram acionados e estão cuidando da situação.

A suspensão foi necessária porque o benefício contemplaria mais de 34 mil sentenciados do regime semiaberto que, retornando ao cárcere, poderiam elevar o potencial para instalar e propagar o coronavírus em uma população vulnerável, gerando riscos à saúde de servidores e de custodiados.

A SAP informa que ainda está realizando a contagem para determinar o número exato de fugitivos.

FONTE: Informações | Portal do Governo de SP

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password