No mês das Hepatites Virais, Secretaria da Saúde alerta para importância do diagnóstico precoce

“Julho Amarelo” ocorrerá no SAE e nos Consultórios Municipais; iniciativa é divulgar e incentivar vacinação e prevenção

O Serviço de Assistência Especializada (SAE), órgão pertencente à Secretaria da Saúde da Prefeitura, irá celebrar no dia 28 deste mês o “Julho Amarelo”, campanha do Dia Mundial de Luta Contra Hepatites Virais sob o tema “Investir na Eliminação da Hepatite”. Em Votuporanga, a ação ocorrerá no SAE e nos Consultórios Municipais com o intuito de estimular toda população a se prevenir.

A iniciativa da Organização Mundial da Saúde (OMS) é divulgar e incentivar o diálogo, voltado para a vacinação, diagnóstico precoce e prevenção da doença, garantindo assim acesso ao tratamento. O atendimento irá intensificar a vacinação contra a Hepatite B e também realizar diagnósticos por meio de exames específicos de sangue; não existe vacina para o tipo C, mas há medicamentos que permitem sua cura.
Além dos exames de sangue convencionais, há ainda os testes rápidos, que servem para detectar a infecção pelos vírus B e C, disponíveis tanto nas Unidades Básicas quanto no SAE.

Em 2019, a cidade registrou 108 casos de Hepatites Virais do tipo B ou C; em 2020, foram 59 pessoas diagnosticadas e, esse ano até o momento, 93 atendimentos foram feitos entre quem possui Hepatite B ou C. É recomendado que toda pessoa faça o exame pelo menos uma vez na vida.
A enfermeira e coordenadora das Hepatites Virais do SAE, Fabiana Gimenes Ferreira, destaca o quanto é importante a informação e prevenção. “A importância do diagnóstico precoce traz grandes benefícios às pessoas infectadas pois, permite o tratamento e previne agravos, assim como a propagação do foco de infecção, beneficiando também toda a comunidade”.

Com o diagnóstico confirmado, o paciente é encaminhado ao SAE para dar início ao tratamento, que é garantido de modo gratuito pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A unidade está localizada na rua Minas Gerais, nº 1850, bairro São João, com os telefones (17) 3405-1584, 99718-9373 e 98181-0791; WhatsApp (17) 99644-4605 e o horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h.

A doença
Hepatite é a inflamação do fígado e pode ser causada por vírus ou pelo uso de alguns medicamentos, álcool e outras drogas, assim como por doenças autoimunes, metabólicas ou genéticas. Pode não apresentar sintomas, mas, quando aparecem, podem ser cansaço, febre, mal-estar, tontura, enjoo, vômitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras.
No Brasil, as hepatites virais existentes são as causadas pelos vírus A, B, C, D e E, sendo as mais comuns as do tipo A, B e C.
A Hepatite A é uma doença contagiosa, causada pelo vírus A (VHA) e também conhecida como “hepatite infecciosa”. A transmissão ocorre por ato sexual ou por meio de água ou alimentos contaminados pelo vírus e apresenta sintomas como cansaço, tontura, enjoo, vômito, febre, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras. Esse tipo de hepatite é totalmente curável, desde que o paciente siga corretamente o tratamento médico.

A transmissão da doença tipo B se dá através da relação sexual sem uso de preservativos, por meio de sangue contaminado pelo vírus e pode ser transmitida também de mãe para filho durante a gravidez ou no momento do parto (perinatal). A Hepatite B é uma das maiores causas de câncer de fígado.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, a Hepatite C possui um crescimento cinco vezes maior do que o da Aids. A principal forma de transmissão desse tipo da doença ocorre devido ao uso compartilhamento de seringas e outros materiais com sangue contaminado, como alicates de unha, agulhas de tatuagem, lâminas de barbear, escovas de dente, materiais para colocação de piercing, entre outros.

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password