No CE: Menina escreve carta para amiga denunciando padrinho por estupros: ‘Não aguento mais’

Mãe da jovem registrou o caso na polícia após descobrir a carta que relatava os abusos sofridos. Crime ocorreu na residência do padrinho da vítima.

O padrinho de uma jovem do município de Ubajara, interior do Ceará, é suspeito de estuprar a própria afilhada. A mãe da vítima afirmou que descobriu o caso somente após após ler uma carta na qual a adolescente relatava os abusos sofridos durante todo o ano para uma colega de escola. Um boletim de ocorrência foi registrado pela mãe da adolescente e a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) afirma que está investigando o caso.

De acordo com a mulher, que trabalha de forma autônoma nas festividades de diversos municípios do estado, em uma das viagens, na cidade de Sobral, no mês passado, ela, ao organizar os pertences da filha em uma bolsa, descobriu uma carta escrita à mão em que há o desabafo da jovem sobre as violências sofridas. “No papel, ela disse tudo o que estava passando. Eu não tinha ideia de que isso poderia estar acontecendo. Ela nunca havia me falado nada”, disse.

A adolescente, conforme a autônoma, foi estuprada na residência do padrinho, marido da irmã da mulher. Ela informou que, por conta do trabalho, desde quando nasceu, a filha é deixada na casa dos padrinhos.

“Ela sempre ficou lá. Por causa das viagens, geralmente ela ficava durante toda a semana na casa deles e, na sexta-feira, eu a buscava, para ficar conosco, com o pai e o irmão dela. Eu deixava ela na casa da minha irmã. Eles eram os padrinhos dela. Ele era como se fosse o segundo pai para ela, que viu minha filha crescer.”

0 Comentários

    Deixe um Comentário

    catorze − 3 =

    Login

    Bem vindo! Faça login na sua conta

    Lembre de mim Perdeu sua senha?

    Lost Password