Na raça, Palmeiras estreia na Libertadores com vitória sobre o Sporting Cristal

Com mais vontade do que técnica, o Palmeiras driblou a falta de opções do elenco e os desfalques e estreou vencendo na Copa Libertadores. Com gols de Henrique e Patrick Vieira, o Verdão bateu o Sporting Cristal (PER) por 2 a 1, nesta quinta-feira, no Pacaembu. Lobatón descontou.

O jogo marcou as estreias do lateral-direito Weldinho, do volante Marcelo Oliveira e do zagueiro/volante Vilson. Oliveira, improvisado pela esquerda, foi quem mais chamou a atenção, cometendo o pênalti que originou o gol de empate dos peruanos e participando da jogada do segundo tento palmeirense. O destaque, porém, fica por conta de Henrique, que teve boa atuação e anotou seu quarto gol neste ano: é o artilheiro do time!

A primeira rodada do Grupo 3 só será completada no dia 21, quando o Tigre (ARG) recebe o Libertad (PAR). Os três pontos conquistados nesta noite dão a liderança ao Verdão.

O Palmeiras voltará a campo no domingo, pelo Paulistão Chevrolet, no clássico contra o Corinthians, novamente no Pacaembu. Pela Libertadores, só jogará em 28 de fevereiro, contra o Libertad (PAR), fora de casa.

O JOGO

Até o fim da semana passada, o torcedor do Palmeiras apostava todas as suas fichas no centroavante Hernán Barcos. Mas, pouco antes da estreia alviverde na Libertadores, o argentino comemorava com o tradicional gesto do “pirata” o gol que marcou na derrota do Grêmio para o Huachipato (CHI), por 2 a 1, também pelo torneio sul-americano.

O Verdão até tem um substituto para o goleador, mas o recém-chegado Kleber ainda se recupera de lesão. Para piorar a situação do ataque do Verdão, Maikon Leite também se machucou. Resultado: Gilson Kleina apostou em um time cheio de volantes (Vilson, Márcio Araújo, Souza e Wesley), com os jovens Vinícius e Patrick Vieira caindo pelas pontas.

Diante de um adversário pouco interessado em atacar – embora o técnico Roberto Mosquera tenha alardeado que iria para cima dos brasileiros -, o Palmeiras sofreu pouco e dominou amplamente a posse de bola. O problema é que, com tanta gente no meio de campo, faltou quem entrasse na área para incomodar o goleiro Penny.

Como “sempre”, o gol que inaugurou o marcador foi originado em uma bola parada. Aos 39 minutos do primeiro tempo, Wesley cobrou escanteio da direita e encontrou Henrique, que se desvencilhou dos marcadores a tempo de acertar uma cabeçada violenta. No fim do primeiro tempo, o Palmeiras se soltou e encaixou algumas jogadas. Souza arriscou até uma bicicleta, mas mandou para fora.

O Sporting Cristal voltou do intervalo com Calcaterra na vaga do inoperante Sheput. E o empate veio rápido: aos 5 minutos, o desajeitado Marcelo Oliveira errou no domínio, foi desarmado por Lobatón e fez pênalti. O próprio Lobatón, craque do time, bateu com categoria e não deu chances a Fernando Prass.

Kleina só começou a diminuir o amontoado de volantes aos 15 minutos, com o atacante Caio na vaga de Márcio Araújo. Simultaneamente, os peruanos fizeram uma troca forçada: saiu o lesionado Revoredo, lateral-direito mais defensivo, e entrou Uribe, conhecido por atacar mais.

O jogo ficou aberto. O Sporting Cristal conseguiu segurar a bola no ataque por mais tempo, enquanto o Verdão se mostrou vivo nos chutes de longe, principalmente com Henrique e Vilson. O gol, no entanto, veio em uma das raras jogadas trabalhadas: aos 23, Marcelo Oliveira cruzou rasteiro para Caio, que ajeitou quase sem querer para Patrick Vieira chegar batendo com raiva, marcando 2 a 1.

O meia Ronny foi a campo na vaga de Vinícius e, mais tarde, o volante João Denoni substituiu Patrick Vieira.

O Cristal colocou o sangue novo de Arroé na vaga de Chiroque, aparentemente cansado. Os peruanos foram ao ataque e deixaram espaços, que o Palmeiras só não aproveitou melhor por causa das defesas de Penny.

FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS 2 X 1 SPORTING CRISTAL (PER)

Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data/hora: 14/2/2012, às 22h (horário de Brasília)
Árbitro: Martin Vázquez (URU)
Auxiliares: Maurício Espinosa (URU) e Nicolas Taran (URU)

Renda/público: R$ 680.550,47 / 17.744 pagantes
Cartões amarelos:  Vinícius e Wesley (PAL), Cazulo, Chiroque, Penny e Lobatón (SCR)
Cartões vermelhos: –

GOLS: Henrique, aos 39’/1T (1-0); Lobaton, aos 6’/2T (1-1); Patrick Vieira, aos 22’/2T (2-1)

PALMEIRAS: Fernando Prass, Weldinho, Henrique, Maurício Ramos e Marcelo Oliveira; Márcio Araújo (Caio – 15’2T), Vilson, Wesley e Souza; Patrick Vieira (João Denoni – 29’/2T) e Vinícius (Ronny – 23’/2T). Técnico: Gilson Kleina.

SPORTING CRISTAL: Penny, Revoredo (Uribe – 13’/2T), Ayr, Álvarez e Quina; Cazulo, Lobatón, Chiroque (Arroe – 27’/2T) e Sheput (Calcaterra – Intervalo); Rengifo e Ávila. Técnico: Roberto Mosquera.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password