Mulher morre atropelada após cair de moto

Uma costureira de 26 anos, de Pontes Gestal, morreu na madrugada desta segunda-feira, dia 14, após cair da garupa da moto do marido e ser atropelada por um carro na rodovia Washington Luís (SP-310), próximo da Vila Sinibaldi em Rio Preto. Apenas um dos motoristas envolvidos no acidente se apresentou à polícia.

O casal, a costureira Suellen Cristina Cotrim Ribeiro e açougueiro Bruno Henrique da Silva Ribeiro, de 22 anos, estavam em viagem de férias. Saíram de madrugada de Pontes Gestal e iriam passar um dias em Caraguatatuba.

Segundo informações do boletim de ocorrência, um carro atingiu a traseira da moto. Com o impacto, Suellen acabou caindo na pista. Na sequência, ela foi atingida por um carro que vinha logo atrás.

O marido dela também foi encontrado perambulando pelo acostamento da pista e mesmo com ferimentos generalizados pelo corpo, estava em busca da mulher. Imediatamente foi orientado pelos policiais rodoviários estaduais a deitar no chão e aguardar o atendimento médico. A moto onde estava o casal foi localizada danificada, caída a 300 metros de distância do local do acidente.

Uma viatura do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) tentou socorrer Suellen, mas a equipe médica constatou que ela morreu no local do acidente. O marido foi levado para o pronto socorro da Santa Casa de Rio Preto, onde permanece em observação, sem risco de morte.

Durante o atendimento as vítimas na pista, se apresentou um homem dizendo que dirigia o carro que atropelou Suellen. Em depoimento, o motorista disse não teve condições de evitar o atropelamento porque quando viu a mulher caída na pista, não teve tempo hábil para desviar.

Ao vasculhar o local do acidente, os policiais encontraram uma placa de carro caído na pista. Em pesquisa no banco de dados do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), os policiais identificaram o veículo, um Jetta. Quando chegaram no endereço do proprietário, foi encontrado o carro estacionado com a frente parcialmente destruída. O motorista não foi encontrado.

O corpo de Suellen foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Rio Preto para análise de necrópsia. Por enquanto não há informações de quando será liberado para sepultamento.

O proprietário da empresa onde Bruno trabalha, o comerciante Marcelo Gasparini, afirma que o casal estava muito contente com a viagem que fariam de Ponte Gestal até Caraguatatuba, onde mora a irmã do açougueiro. “Ele trabalha para mim há uns dois anos. Bom funcionário. Os dois estavam contentes em viajar juntos. Agora acontece uma desgraça desta. Estamos todos muito abalados com tudo que aconteceu. Queremos saber quem é este motorista que bateu na moto e fugiu”, diz o comerciante.

O nome do proprietário foi descoberto, mas a polícia ainda não pode confirmar se ele era o condutor do veículo no momento do acidente.

0 Comentários

Deixe um Comentário

14 + 7 =

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password