Mulher morre após ser picada por cobra

Uma dona de casa de 58 anos morreu no Hospital de Base de Rio Preto após receber picada de cobra. A moradora Elisabete Donizete Peliceri Moda foi atacada  quando estava em um sítio no município de Ipiguá.

Cássia Maria Moda Prevedeli, de 40 anos, filha da vítima, conta que a mãe foi picada por uma cobra no dia 7 de outubro, mas a família não sabe exatamente qual era a espécie. “Foi meu pai que prestou socorro. Pelo  que ele falou, a cobra era cinza com sinais preto em cima da cabeça. Pode ser uma jararaca”, diz a filha.

Após ser picada, a dona de casa foi encaminhada até o pronto-socorro de Ipiguá, depois acabou sendo transferida para o Hospital de Base de Rio Preto, centro especializado regional para cuidado de vítimas de picadas de cobras e animais peçonhentos. Ela ficou duas semanas em tratamento para tentar se curar do veneno da cobra, o que não foi possível.

O corpo de Elisabete foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Rio Preto, que vai confirmar se o veneno da cobra foi a causa da morte da dona de casa.

Ainda não há previsão de quando ocorrerá o sepultamento, mas ela será enterrada no Cemitério de São João Batista, em Rio Preto. Marco Antonio dos Santos/Diário da Região

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password