Mulher morre após exame no AME Rio Preto

Uma mulher de 67 anos, moradora de Tanabi, morreu na noite de sábado, dia 6, três dias depois ter passado por exame de colonoscopia no Ambulatório Médico de Especialidades (AME), em Rio Preto. O corpo da cabeleireira Vera Lúcia Bortoline foi sepultado na tarde de domingo, dia 7, em Tanabi.

De acordo com familiares, Vera fazia exames preventivos todos os anos e estava bem até se submeter ao procedimento. No dia 3 de junho, ela esteve no AME para passar pela colonoscopia. Dois dias depois do exame, a cabeleireira queixou-se de fortes dores na região do abdome e foi atendida  no pronto-socorro da Santa Casa, em Tanabi.

Na sexta-feira, devido o agravamento do estado de saúde, Vera foi transferida para o Hospital de Base de Rio Preto, onde passou por exame de ressonância, que constatou perfuração no intestino. A cabeleireira passou por cirurgia para tentar reparar a perfuração, mas não resistiu e morreu na noite de sábado, no HB.

A família quer esclarecimento da morte. A reportagem está em contato com os responsáveis pelo AME de Rio Preto. Marco Antonio dos Santos/Diário da Região

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password