Mulher mata ex-marido na frente do filho do casal

Uma briga em família acabou na morte do motorista Laércio de Sousa, 48 anos. A acusada é a ex-mulher dele, Jucélia Leal Coutinho, 34 anos. O crime aconteceu na noite de sexta-feira, 15, em frente a uma empresa de autopeças, no bairro Jardim Primavera, em Rio Preto, e foi testemunhado pelo filho do casal, um garoto de 12 anos. Láercio e Jucélia foram casados por 16 anos, estavam separados havia seis meses e teriam desentendimento por causa da partilha de bens. O casamento teria acabado quando Jucélia saiu de casa para morar com Sidnei Augusto de Barros, amigo da vítima.

Laércio fazia entrega de mercadoria para a empresa de autopeças, onde Sidnei trabalha. O crime ocorreu quando a vítima foi pegar a última remessa do dia para fazer entrega. Logo que o homem estacionou o caminhão para pegar as peças, chegou a ex-esposa, de carro, acompanhada de uma sobrinha, Bruna, e do namorado dessa sobrinha, Leandro. Foi quando Sidnei correu para o carro, pegou a arma e foi em direção à vítima, que conseguiu tomar o revólver.

Para defender Sidnei, seu namorado, Jucélia pegou um facão, colocou o no pescoço do ex-marido e o obrigou a soltar a arma. Nesse momento, ela pegou o revólver e atirou, atingindo o peito e o rosto. Um parente afirmou que ainda tentou tirar a arma da mão da mulher, mas ela apontou o revólver para ele, dizendo que se eu insistisse também seria alvejado.

O motorista chegou a ser socorrido por ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu à gravidade dos ferimentos. Jucélia fugiu de carro e Sidnei de moto. Segundo outro familiar de Laércio, no mesmo dia a vítima tinha telefonado para a polícia, para dizer que era ameaçado por Jucélia. A Polícia Técnica apreendeu no local do crime cápsulas de balas disparadas, que foram enviadas para perícia. Os policiais vão requisitar imagens do circuito interno da empresa, para verificar se o crime foi gravado.

Foragidos

O casal está foragido. Até o fechamento desta edição, os dois não tinham sido localizados. O carro usado por ela foi encontrado neste sábado, 16, mesmo, abandonado na cidade de em Zacarias, a 92 quilômetros de Rio Preto e na região de Araçatuba.

Leandro, o namorado da sobrinha de Jucélia, também foi localizado em Zacarias pela polícia. Ele foi ouvido na delegacia do município, mas seria liberado, pois é considerado testemunha. “Ele estava no lugar errado na hora errada. Aparentemente, não tem envolvimento com o crime”, disse o delegado Júlio Pesquero. Marco Antonio dos Santos/Diário da Região

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password