Mulher é morta com várias facadas; esposo é suspeito

Um crime bárbaro ocorreu na manhã de hoje (17) na Rua Perimetral Oeste n. 1650, no Córrego da Mula, Patricia Correia Moreira, 38, foi morta na área de serviço com várias facadas, depois o corpo foi deixado no quarto da própria vítima, o esposo é o principal suspeito.

O corpo foi encontrado pela filha Tainara quando esta veio para almoçar, segundo ela quando chegou em casa não viu ninguém achou que a mãe estivesse saído, então teria começado a fazer o almoço, tempo depois vendo a porta do quarto fechado foi ver se mãe estava, encontrando o corpo caído no chão todo ensanguentado.

De acordo com dona Carmozina e Rogério, mãe e irmão de Patrícia, ela já vinha sendo ameaçada pelo esposo há bastante tempo, inclusive que há aproximadamente um mês a vítima teria ido até a DDM lavrar um boletim de ocorrências por ameaças do acusado, na ocasião ela teria apresentado ao delegado uma carta onde era ameaçada de morte.

 

Fotos: Edson Ferreira

A mãe da vítima relatou que sempre alertava a filha para se separar do marido por que ele não prestava, que vivia ameaçando ela de morte, “é um bandido, um animal, fazer isso com um ser humano e furou ela todinha de faca” disse a mãe bastante emocionada.

Ela relatou ainda que o casal havia discutido muito na noite de ontem, inclusive na manhã de hoje. “Eles moravam juntos há 19 anos, já tinha até decisão judicial para ele sair da casa” afirmou dona Carmosina. O acusado Paulino Zeferino da Silva, pedreiro, teria fugido com o carro da vítima.

O delegado Dr. Gervásio Fávaro que esteve no local do crime, declarou que “é uma barbaridade sem precedentes, uma crueldade o que aconteceu, o assassino desferiu golpes por diversas partes do corpo da mulher, boca, face, pescoço, tórax e abdômen” declarou o delegado.

Patrícia era vendedora ambulante, deixou um casal de filhos com idades de 18 e 15 anos.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password