Mulher do Parque das Nações é vítima do falso sequestro

Um tipo de golpe está se tornando cada vez mais comum em Votuporanga. O estelionato conhecido como “falso sequestro” fez uma mulher de 55 anos de vítima na última semana, no Parque das Nações.

Por telefone, um criminoso “plantou” o terror na cabeça da vítima, que foi ludibriada com a história de que o filho dela havia sido sequestrado e só seria libertado se fosse depositada a quantia de R$1 mil em uma conta bancária.
O caso ocorreu na manhã da última quinta-feira (10).

A vítima, identificada como a do lar M.B.C., de 55 anos, moradora da rua Alemanha, foi até o Plantão Policial Permanente para denunciar o caso.
Segundo a versão apresentada, M.B.C. contou que recebeu uma ligação telefônica a cobrar em que uma pessoa do sexo masculino se fez passar pelo filho dela.

O golpista afirmou que havia sido sequestrado e estava refém de bandidos.
Em seguida, outra pessoa do sexo masculino disse que havia sequestrado o rapaz e exigiu que a mulher depositasse uma quantia de R$1 mil, em uma conta bancária. Caso não fosse feito o que foi ordenado, o filho não seria liberado.

A vítima disse também que o “sequestrador” telefonou para um mototaxista, que foi até a casa dela e apanhou apenas a quantia de R$150, para ser depositada. M.B.C. não soube identificar o mototaxista, apenas que tem pele clara e é alto. O motociclista não retornou para levar o recibo de depósito.

Apenas por volta das 16h30, a vítima conseguiu fazer contato telefônico com o filho, ocasião que percebeu que havia sido enganada.

O caso foi analisado pelo delegado Ademir de Souza Cabeço e encaminhado à DIG (Delegacia de Investigações Gerais). (A CIdade)

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password