Mulher com morte cerebral tem órgãos captados para transplantes

Órgãos de uma paciente de 61 anos, de Mirandópolis, que foi internada na Santa Casa de Araçatuba no último dia 15, em estado de coma causado por um AVCH (Acidente Vascular Cerebral Hemorrágico), e que teve morte encefálica constatada às 18h08 de sábado (19), foram doados pelos familiares.

A captação ocorreu neste domingo (20). Equipe de um hospital de Sorocaba retirou o fígado, que foi levado para ser transplantado em um paciente que estava na fila de espera para transplante em um hospital de São Paulo.

A mesma equipe fez a captação dos rins, para serem distribuídos de acordo com receptores compatíveis na lista de transplantes.

As córneas da doadora também foram captadas em procedimento realizado pela enfermeira Regiane Sampaio, do Hospital de Base de São José do Rio Preto.

Esta foi 14 ª captação realizada este ano na Santa Casa de Araçatuba. De acordo com a Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante, em todos os casos de morte encefálica ocorridos neste ano, nenhuma das famílias entrevistadas sobre a possibilidade de doação de órgãos recusou fazê-lo.

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password