Mulher amarra e agride marido durante a madrugada

Uma faxineira, de 47 anos, foi presa depois de amarrar e agredir o marido, um eletricista de 51 anos, na madrugada de terça-feira (25), no bairro Cambuí, em Rio Preto. A vítima teria chegado embriagada em casa, depois de uma confraternização em família.

De acordo com a Polícia Civil, a Polícia Militar foi chamada para atender um caso de briga de casal. No local, a mulher e o homem estavam afastados depois que o filho separou a briga.

O eletricista contou que saiu de casa e voltou de madrugada, embriagado. Em seguida, foi dormir no quarto do casal.

Quando o eletricista acordou, estava com os pés e mãos amarradas, e sendo agredido pela esposa com golpes de facão e uma mangueira de chuveiro. A vítima também contou que recebeu uma mordida no nariz e outra na orelha e que as agressões só pararam quando o filho ouviu os gritos do pai.

Já a faxineira contou que iria comemorar o natal com o marido e o filho, de 9 anos, mas o homem saiu e voltou já embriagado, durante a madrugada. Eles começaram a discutir e a mulher foi até a casa do filho da vítima e deixou a criança.

Quando ela voltou, o eletricista começou a agredi-la e, para se defender, ela passou a revidar as agressões. A mulher teria usado um facão e uma mangueira de chuveiro, além de ter mordido o marido.

A mulher foi presa e levada para a Central de Flagrantes. O caso foi registrado como lesão corporal e o delegado arbitrou fiança de R$ 640, que foi paga. A acusada vai responder ao processo em liberdade.

O eletricista passou por atendimento na UPA, Unidade de Pronto Atendimento, da Vila Toninho e foi levado para a Central de Flagrantes. Ele foi ouvido e liberado.

A Polícia Civil informou que o casal já tem diversas ocorrências registradas de agressões mútuas. Em uma delas, a mulher teria sido agredida com uma barra de ferro, quebrou o braço e tem sequelas.

Dhoje Interior

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password