Motoristas projetam aumento no fluxo de passageiros com taxímetro

Da Redação

Profissionais que trabalham como taxistas em Votuporanga acreditam que a implantação dos taxímetros deverá incentivar a população a utilizar mais o serviço na cidade.


Eles afirmam que devido ao uso do aparelho as “corridas” terão custos menores que as praticadas atualmente e, com isso, o número delas aumentará diariamente. A implantação dos aparelhos nos veículos de todos os profissionais que atuam no ramo em Votuporanga está em curso. Na última semana o secretário de Trânsito, Transporte e Segurança da Prefeitura, Rolando Nogueira, se reuniu com representantes da categoria para acertar detalhes do processo.

Para agilizar, a Prefeitura de Votuporanga, em contato com o IPEM (Instituto de Pesos e Medidas) e o Sinditáxi – Sindicato dos Taxistas de Rio Preto (que possui a oficina credenciada pelo IPEM para instalação dos aparelhos na região), vai disponibilizar a instalação e verificação dos aparelhos na cidade, em outras circunstâncias os profissionais precisariam se locomover até São José do Rio Preto em uma data para instalação e depois retornar para a aferição.

Nesta semana uma equipe do IPEM estará na cidade para preparar o local que será utilizado para aferição dos equipamentos após a instalação. “Nossa meta é de que até o dia 15 de julho todos os taxímetros já estejam implantados e verificados pelo órgão”, informou o secretário de Trânsito.

Para efeitos de cálculo, por exemplo, hoje uma corrida do Terminal Rodoviário até o centro da cidade, custa em média R$ 20, com a implantação do taxímetro o preço passará a ser em torno de R$ 13. A Prefeitura de Votuporanga publicou decreto fixando os valores: a bandeirada será R$ 4,50, o quilômetro rodado na bandeira 01 será de R$ 3,50, na bandeira 02 R$ 3,90, a hora parada será R$ 20 e a fração R$ 0,35. Consta no decreto que a bandeira 01 vale para o horário das 6h às 18h e a bandeira 02 das 18h01 às 5h59. Nos finais de semana, contado a partir do meio-dia de sábado às 5h59 de segunda-feira valerá a bandeira 02.

Cecílio Graciano é taxista em Votuporanga há sete anos e acredita que a medida será um grande avanço não só para os profissionais que atuam no ramo, mas para a cidade de uma forma geral. “A implantação dos taxímetros vai moralizar o serviço e devolver a ética. Com o preço reduzido faremos mais rodadas. Hoje enfrentamos uma concorrência desleal e com a mudança acredito que a situação irá melhorar!” Outros taxistas presentes na reunião afirmaram que o taxímetro é uma solicitação de turistas que visitam a cidade, principalmente no carnaval, e todos são unânimes na opinião, inclusive já deram andamento na aquisição dos aparelhos.

A obrigatoriedade do taxímetro é prevista na lei federal 2.468/2011 que determina que todas as cidades que possuem mais de 50 mil habitantes utilizam a tabela de tarifas mediante uso dos aparelhos. Mais informações sobre o assunto pelo telefone (17) 3422-3042.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password