Motoristas desrespeitam leis de trânsito em Votuporanga

Os motoristas estão cada vez mais imprudentes no trânsito. A equipe de O Jornal, ontem, ficou observando, durante 30 minutos, o movimento nos cruzamentos das ruas São Paulo com a Alameda Padre Edmur e as ruas Alagoas com a Amazonas e constatou condutores desrespeitando as leis de trânsito.

Os motociclistas foram os mais imprudentes. Em meia hora, 105 motoristas dirigiam as motos com a viseira do capacete levantada.

De acordo com Osny Marchi, delegado da Ciretran, dirigir dessa forma é como se o motociclista estivesse sem capacete.

“A infração é considerada gravíssima e o motorista tem a habilitação suspensa de um à três meses”, disse o delegado.

Além disso, o motociclista recebe sete pontos na carteira e tem que pagar uma multa no valor de R$ 191,54.

A resolução 203/06 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito) diz que o condutor e o passageiro da motocicleta devem usar o capacete com a viseira abaixada.

É proibido o uso de óculos de sol, de grau ou de segurança do trabalho como equipamento de proteção. Para isso existe um óculos especial.

Henrique Souza, 60 anos, motociclista, confessou que desrespeita a lei e dirigi pela cidade com a viseira levantada.

“Sei que é proibido, mas o calor é demais para ficar andando com a viseira abaixada”, disse Henrique.

Outra infração cometida pelos motoristas é dirigir sem o cinto de segurança. Foram 29 registros feitos pelo O Jornal.

Uma situação chamou bastante atenção. Um motorista, sem o cinto de segurança, passou duas vezes pelo cruzamento das ruas São Paulo com a Alameda Padre Edmur e nestas duas vezes, ao ver a nossa equipe, o condutor colocou o cinto rapidamente.

Segundo Dentran (Departamento de Trânsito), dirigir sem cinto de segurança é considerada infração grave, resultando em multa no valor de R$ 127,69 por passageiro sem o equipamento, a retenção do veículo, além de cinco pontos na carteira.

Antônio Carlos Morlin, 56 anos, motorista de carro, é um bom exemplo para os demais condutores.

“Sempre que saio de carro coloco o cinto, afinal temos que seguir a lei”, disse Antônio. Por Guilherme Vila Real – Jornal

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password