Motorista bêbado foge da Polícia pela contramão na São Paulo

Um motorista embriagado foi preso pela Polícia Militar na noite da última quinta-feira após colidir com outro automóvel na rodovia Péricles Belini (SP-461) e andar na contramão de direção por vários quarteirões na rua São Paulo, região central de Votuporanga. O homem só parou o veículo após ser cercado por viaturas da polícia.

Ele então foi preso por não ter dinheiro para pagar a fiança.

De acordo com informações do boletim de ocorrência registrado no Plantão Policial Permanente, o motorista D.D.B, de 52 anos, trafegava com seu automóvel VW/Gol com placas de Votuporanga pela rodovia Péricles Belini sentido Votuporanga-Vila Carvalho quando o veículo GM/Classic, com placas de Pereira Barreto, conduzido pelo operador de máquinas A.A.G.M., de 27 anos, e que trafegava no sentido contrário, atingiu a lateral do automóvel e não parou o carro, continuando o trajeto em direção a Votuporanga.

Devanir então ligou para o telefone de emergência da Polícia Militar e começou a seguir o outro automóvel. Com as informações, os policiais passaram a procurar o automóvel guiado por A.A.G.M., encontrando-o na rua Itacolomi esquina com a São Paulo andando em forma de ziguezague, dando a impressão que iria colidir com os outros automóveis estacionados na rua.

Os policiais então continuaram a perseguição, inclusive no momento em que o motorista transitou durante vários quarteirões da rua São Paulo na mão contrária de direção. Mesmo com o giroflex da viatura policial ligado, o motorista continuava andando por diversas ruas, em alta velocidade, até ser abordado na rua São Paulo, no quarteirão entre a Paraná e Rio Grande.

Ao descer do automóvel, A.A.G.M. apresentava vários sinais de embriaguez alcoólica, como andar cambaleante, voz pastosa, forte odor de álcool e olhos avermelhados. Diante da situação, foi realizado o teste do bafômetro, que constatou o resultado de 1.06 mg/l.

Com o resultado, o motorista foi encaminhado para a delegacia, onde foi ratificada a voz de prisão em flagrante pelo delegado de plantão Elízio Aparecido Ferreira. O motorista ainda cedeu amostra de sangue para exame de dosagem alcoólica. O automóvel de A.A.G.M. foi recolhido ao pátio Sanches e a Carteira Nacional de Habilitação foi recolhida.

Como o motorista não tinha dinheiro para pagar a fiança do valor de R$ 678, ele foi recolhido para uma das celas da Cadeira de Votuporanga, onde ficará à disposição da Justiça.

Por André Nonato/O Jornal

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password