Motorista de 42 anos morre esmagado por prancha

O motorista Marcos Vieira, de 42 anos, morreu esmagado por uma prancha de um caminhão, na tarde de ontem, no povoado de Boa Esperança, que fica próximo a Fernandópolis.
O grave acidente de trabalho foi na estrada rural que liga a usina Alcoeste Destilaria Fernandópolis ao Boa Esperança.
De acordo com informações de testemunhas no local do acidente, Vieira foi atingido pela prancha do caminhão durante o manuseio do equipamento com uma retroescavadeira.
O trabalhador pretendia retirar o equipamento que fazia o desassoreamento de um rio da região e levá-lo para Estrela d’ Oeste.
Quando a vítima foi mexer na tampa traseira do caminhão, a prancha caiu sobre ele. O homem morreu no local, de acordo com testemunhas, segundos após o acidente.
Testemunha
O operador de máquinas Roberto Aparecido dos Santos, de 38 anos, estava com a vítima no momento do acidente. “Estava na retroescavadeira e só notei quando a prancha já estava sobre ele. Na hora, chamei o socorro e também liguei para o meu chefe”, disse.
A vítima trabalhava há seis meses na Alfaverde. A reportagem do Diário entrou em contato com a empresa. Um funcionário, que não quis se identificar, disse que já foram tomadas as providências necessárias para a família, como auxílio-funerário.
O gerente agrícola Nevaildo Cavalcante da Costa conhecia Vieira. “Ele tinha trabalhado comigo por vários anos. Era um excelente profissional. Atualmente estava trabalhando em outra empresa”. Até o fechamento desta edição, o corpo não tinha sido liberado pelo IML e não havia sido divulgado o local e horário do enterro.

Andressa Aoki
andressa.aoki@diariodaregiao.com.br

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password