Motoboy busca máscara em Campinas para Renato Augusto treinar

O fisioterapeuta Bruno Mazziotti, o gerente de futebol Edu Gaspar e membros do departamento administrativo do Corinthians passaram boa parte da quinta-feira correndo atrás de uma máscara. Tudo para que Renato Augusto pudesse começar a testá-la já no treino desta sexta, no CT do Parque Ecológico.

 

O meia sofreu uma fratura no rosto na vitória sobre o Bahia, no último final de semana, e precisa de uma proteção ao osso arco zigomático esquerdo. A ideia é que ele se acostume com o chamativo acessório para enfrentar o São Paulo, na próxima quarta, na decisão da Recopa Sul-americana.

 

O Corinthians localizou a máscara adequada, mas o fornecedor só poderia entregá-la na próxima semana. Com pressa, o clube do Parque São Jorge apelou ao site de compras Mercado Livre e achou o acessório em Campinas, com entrega prometida para sexta-feira.

 

Ainda assim, a espera era considerada longa demais. Então, um motoboy foi enviado à cidade da Ponte Preta, a 93 quilômetros da capital paulista, para buscar o produto. Dessa maneira, Renato Augusto pôde participar do rachão já nesta sexta e começar a adaptação.

 

A máscara, presa à cabeça do meio-campista com duas faixas chamativas, teve alguns ajustes. Foi retirada a parte que dava suporte ao nariz do camisa 8, que não precisa dessa proteção extra na região. E ele pôde participar do treino recreativo sem aparentes maiores limitações.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password