Morte de Reginaldo mobiliza equipes de transplantes pelas ruas de Rio Preto

Família de adolescente baleado por engano em Mirassol doou órgãos do menino e gesto pode salvar a vida de pelo menos seis pessoas.

Em meio à dor da perda precoce de um filho e irmão, a família de Reginaldo Pereira da Silva, 15 anos, encontrou uma forma para que o adolescente espalhasse vida: a doação de órgãos. Nesta quarta-feira, 16, o coração, os pulmões e o fígado foram levados para hospitais de São Paulo e Sorocaba e seriam transplantados em pacientes que aguardavam uma nova chance. Rins e córneas também foram coletados.

O transporte dos órgãos do Hospital de Base até o aeroporto foi escoltado pela Guarda Civil Municipal de Rio Preto, o que possibilitou que o trajeto fosse feito em cinco minutos.

No domingo, 13, Dia das mães, às 19h30, Reginaldo foi baleado na rua de casa, no Jardim Souza, em Mirassol. O atirador estava em uma bicicleta e levava uma mulher na garupa. Com ferimentos no braço direito e na cabeça, o jovem foi levado à UPA de Mirassol e transferido ao HB logo em seguida, mas já chegou ao local em coma e não acordou mais. A morte encefálica foi confirmada no dia seguinte, às 20h25.

“A gente está perdendo ele, mas vai estar doando vida para outras pessoas”, afirma Márcia Pereira da Silva, secretária de 30 anos e irmã de Reginaldo. O estudante é o caçula de 11 irmãos e o segundo filho que a agricultora Maria e seu Sebastião, seus pais, perdem. Segundo Márcia, a lembrança que fica do adolescente é boa. Ele cursava o oitavo ano do ensino fundamental. “Um menino alegre, animado, com a autoestima lá em cima, dedicado, carinhoso.” Ela diz que Reginaldo foi confundido com outra pessoa, mas não faz ideia de quem efetuou os disparos que o mataram. “Está nas mãos da Justiça”, diz.

De acordo com o delegado Mauro Truzzi Otero, há um suspeito do crime. O investigado teria se desentendido com um familiar do jovem e feito ameaças. Os investigadores buscam testemunhas e acreditam que Reginaldo, que não tinha passagem pela polícia, possa ter sido confundido.

O corpo do jovem deverá ser enterrado nesta quinta, 17, em Mirassol. Até o fechamento desta edição, o horário não havia sido divulgado.

Corrente do bem

O coração de Reginaldo foi levado para o Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. Já os pulmões foram para o Incor, também na capital, e seriam transplantados em um mesmo paciente. O fígado foi para o Hospital Miguel Soeiro, da Unimed de Sorocaba. As idades e problemas de saúde das pessoas que receberam os órgãos não foram divulgados.

Os rins também foram coletados, mas estão no HB aguardando o resultado de exames. As córneas estão no Banco de Olhos do HB e também serão disponibilizadas para a Central de Transplantes, que decidirá o destino conforme a prioridade e compatibilidade.

De acordo com a Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO), em dezembro de 2017 havia 32.402 pessoas na fila por um rim, fígado, pâncreas, coração, pulmão ou córnea. No HB, 24% das famílias recusaram a doação em 2017, índice menor que os 37% do Estado.

João Fernando Picollo, coordenador da Organização de Procura de Órgãos (OPO), comenta que os índices de aceitação têm melhorado. “Com o passar dos anos as pessoas estão mais conscientes, mais solidárias. E também acho que não têm mais dúvida sobre o que é a morte encefálica, todo mundo já tem conhecimento”, acredita. Quem tiver o desejo de doar os órgãos deve comunicar a vontade à família.

 

Agilidade é fundamental

O transporte dos órgãos para o aeroporto, onde dois aviões fretados os aguardavam, foi escoltado pela Guarda Civil Municipal. Às 13h40 a equipe deixou o Hospital de Base e chegou ao aeroporto cinco minutos depois.

“Para a gente da Guarda é sempre uma alegria fazer o acompanhamento dos órgãos, nós estamos colaborando para que essas vidas sejam salvas”, afirma o guarda Roger Assis. Esta é pelo menos a terceira vez no ano em que a corporação auxilia em missão semelhante.

João Fernando Picollo, coordenador da Organização de Procura de Órgãos (OPO), explica que é fundamental que o órgão chegue rapidamente a seu destino. “É um cronômetro que começou a girar.” Ele diz que a compatibilidade dos pulmões, coração e fígado é verificada pelo tipo sanguíneo e tamanho dos órgãos. “A pessoa que vai receber tem que ter a mesma altura e peso, ou pelo menos semelhante.”

Para os rins, que podem ficar até um dia e meio fora do corpo, são necessários exames mais aprofundados. Isso é feito em Ribeirão Preto.

Os exames, que demoram pelo menos seis horas, aconteceriam na tarde desta quarta-feira, 16. Dependendo do resultado e da ordem de prioridade, os rins podem ser destinados a pacientes da região de Rio Preto ou para outros locais do Estado. (MG)

 

A doação

Reginaldo Pereira da Silva, 15 anos, morador de Mirassol

  • Baleado no domingo, 13 de maio, às 19h25, chegou ao Hospital de Base já em coma
  • A morte encefálica foi decretada na segunda-feira, às 20h25
  • A família autorizou a doação dos órgãos e a captação foi feita no HB

Órgãos doados

  • Córneas
  • Pulmões
  • Coração
  • Fígado
  • Rins

Em quanto tempo após a retirada cada órgão deve ser transplantado?

  • Coração: até quatro horas
  • Pulmões: em no máximo seis horas
  • Fígado: em até 12 horas
  • Rins: em até 30 horas
  • Córneas: podem ficar armazenadas por até 15 dias

Caminho dos órgãos:

  • Saíram do Hospital de Base por volta das 13h40
  • No trajeto, veículo foi escoltado pela Guarda Civil Municipal
  • Chegou ao aeroporto às 13h45

Para quem foram os órgãos?

  • Os pulmões foram para o Hospital Incor, em São Paulo.
  • O coração foi para o Hospital Sírio Libanês, também em São Paulo.
  • O fígado foi Hospital Dr. Miguel Soeiro (Unimed), em Sorocaba.
  • A definição do destino dos rins depende de resultados de exames feitos em Ribeirão Preto. Podem ser transplantados em pacientes da região ou de outro hospital do estado de São Paulo.
  • As córneas estão no Banco de Olhos do Hospital de Base e serão disponibilizadas à Central de Transplantes. Podem ir para algum paciente da região ou do Estado.
  • Millena Grigoleti – diarioweb.com.br

0 Comentários

Deixe um Comentário

catorze − dez =

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password