Morre mulher que teve 40% do corpo queimado por companheiro

Morreu nesta tarde, a cuidadora de idosos Ivonete Cândida Freitas Silva, 37 anos, que teve 40% de seu corpo queimado após o seu companheiro ter ateado fogo.

O caso aconteceu no último final de semana, e logo após a tentativa de homicídio, o seu amásio foi preso em flagrante pela Polícia Miliar de Votuporanga. Ele também ficou ferido após atear fogo na mulher, já que ao acender o fósforo o álcool atingiu suas mãos e braços.

Ele ficou internado na Santa Casa sob escolta policial algemado pelos pés.

Gravemente ferida, a mulher foi internada na Santa Casa de Votuporanga e, na última quarta-feira, foi transferida para o Hospital de Queimados de Bauru – unidade especialista neste tipo de tratamento.

O caso 

Um rapaz de 20 anos, identificado como sendo C.S.B, ateou fogo no corpo de sua própria companheira após uma discussão do casal.

A tentativa de homicídio aconteceu no início da manhã deste domingo, na rua Maranhão, próximo a praça do Jardim Umuarama.

Segundo informações colhidas pelo votunews.com.br, a doméstica, identificada como Idalva, 36 anos, está em estado grave na UTI (Unidade Terapia Intensiva) da Santa Casa de Votuporanga após ter praticamente todo o corpo queimado por um ato de crueldade praticado por seu companheiro.

A mulher dormia no sofá quando o acusado jogou álcool em seu corpo e acendeu um fósforo. Rapidamente as chamas se propagaram pelo corpo, atingindo principalmente o couro cabeludo, tronco e braços. Houve explosão na sala e o fogo atingiu também as mãos do acusado que também precisou ser atendido por equipes de resgate.

A USA (Unidade de Suporte Avançado) do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e a Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros estiveram no local para socorrer os feridos.

A mulher foi imediatamente socorrida ao pronto socorro da Santa Casa, onde permanece em estado gravíssimo. Já o agressor também se encontra no hospital sob escolta policial. Ele está algemado pelos pés em razão dos ferimentos nas mãos e braços.

Após receber alta médica, o acusado será conduzido a Central de Flagrantes onde irá prestar depoimento ao delegado de plantão e, posteriormente, será recolhido a Cadeia Pública de Votuporanga, onde ficará à disposição da Justiça

votunews

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password