Morre ladrão que sofreu infarto após ter sido imobilizado em Franca

O jovem Lucas César Oliveira, 22, suspeito de roubar um telefone celular e que foi imobilizado por um adolescente após o crime, morreu na noite de anteontem, em Franca. Depois de ter sido contido, ele sofreu um infarto.

Na segunda-feira, Oliveira foi parado pelo adolescente, de 17 anos, depois do roubo. O pai de Oliveira, o mototaxista Ednilson da Silva, 40, disse que o rapaz teve uma nova parada cardíaca por volta das 23h de terça-feira e não resistiu.

Oliveira estava internado na Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do Hospital do Coração. Silva disse que não quer apontar culpados pela morte do filho. “Não tem explicação, não dá para culpar ninguém”, disse.

Oliveira foi visto por testemunhas pegando o celular de uma mulher no bairro São Joaquim. Ele fugia correndo por um campo de futebol quando foi imobilizado pelo adolescente com um golpe chamado popularmente de “mata-leão” (estrangulamento).

O delegado João Walter Tostes Garcia, responsável pelo caso, disse que o fato será “rigorosamente apurado”. Ele aguarda o resultado do laudo do Instituto Médico Legal (IML) e o prontuário médico para identificar se o infarto foi provocado pelo golpe.

Garcia ouviu o adolescente na terça-feira e disse que o jovem não cometeu crime ao imobilizar o assaltante, mas ele poderá ser responsabilizado por lesão corporal seguida de morte.

O adolescente disse à polícia que pretendia segurar Oliveira até a chegada dos policiais. No entanto, o delegado disse que não é recomendado que “pessoas comuns” tentem prender ou reagir contra assaltantes. “Ele não sabia se o homem estava armado ou não e poderia ter se machucado. Nesse caso, apesar de ter boa intenção, ele pode ser responsabilizado pela agressão”. O adolescente não foi apreendido. (O Jornal)

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password