Morre aposentada atropelada em lombofaixa

A aposentada Ernestina Ferreira Seixas, 68 anos que foi atropelada na lombofaixa em frente à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Tangará, morreu na tarde desta quinta-feira, dia 13. A mulher ficou 42 dias internada em coma no Hospital de Base de Rio Preto.

Com o óbito de Ernestina, sobe para dez o número de pessoas mortas, desde o começo do ano, no trânsito de Rio Preto.

Ernestina foi atingida quando tentava fazer travessia segura, passando pela lombofaixa, na avenida Presidente Getúlio Vargas, no bairro São Francisco, mas o dispositivo criado pela Prefeitura para reduzir velocidade foi ignorado por um motociclista, que a atingiu e feriu a idosa.

O filho dela, José Leandro Seixas, afirma que a família tinha esperança na recuperação física de Ernestina. “Infelizmente, minha mãe nunca mais abriu os olhos e falou com a gente”, lamenta.

Em oito meses, conforme levantamento da Secretaria de Trânsito, foram aplicadas 63 multas a motoristas que desrespeitaram a lombofaixa. Marco Antonio dos Santos/Diário da Região

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password