Morre, aos 68 anos, o médico rio-pretense Manoel Carlos Santos

O velório será no cemitério Jardim da Paz, das 11h às 15h, e o sepultamento será no mesmo cemitério

 

Morreu, aos 68 anos, o médico rio-pretense Manoel Carlos Santos. Ele sofreu uma parada cardíaca e faleceu nesta terça-feira, 12, em Rio Preto. O velório será no cemitério Jardim da Paz, das 11h às 15h, e o sepultamento será no mesmo cemitério, reservado à família. Conhecido na área médica de Rio Preto, colegas prestaram homenagem a Manoel Carlos.

O presidente da Faceres, Toufic Anbar Neto, postou em seu perfil no Facebook uma homenagem ao colega de profissão e amigo. “Manoel Carlos e eu entramos juntos no serviço de auditoria da Unimed Rio Preto em 1996. Tornou-se nosso chefe. Tinha um grande senso de justiça. Era um pacificador nato. Possuía uma habilidade rara de construir consensos entre partidários de posições muito antagônicas. Foi capaz de liderar uma equipe de auditores bem heterogênea mas extremamente motivada e eficiente. Amava o que fazia. Amava viver. Fez escola. Fica o legado. Aprendi muito com ele. Foi embora muito cedo. Descanse em paz Mané!”, finaliza.

O presidente do Conselho de Administração da Unimed Rio Preto, Helencar Ignácio, afirma que Manoel Santos foi “um grande cirurgião geral”. “Além de amigo de todos os cooperados da Unimed Rio Preto, foi um grande cirurgião geral. Na cooperativa, foi extremamente atuante e esteve presente em muitas das ações que contribuíram para que a Unimed Rio Preto chegasse onde está como uma das maiores do Brasil. É uma perda insubstituível, mas levaremos sua garra e determinação como exemplos para sempre”.

Por: Por: Luna Kfouri – diarioweb.com.br

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password