Mirassol recebe o Palmeiras, às 19h30, no Maião

 

Faltando cinco jogos para o fim da primeira fase do Paulistão, o Mirassol está no sufoco e se permanecer na elite para 2014, já estará no lucro. A dois pontos da zona de rebaixamento à Série A-2, o time de Ivan Baitello tem a dura missão de ganhar do Palmeiras hoje, às 19h30, no estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol.

O Leão não vence há exatos 32 dias, quando fez 3 a 0 no São Caetano e dava mostras de que repetiria o sucesso dos dois últimos anos, quando garantiu vaga na Série D do Brasileiro e disputou a semifinal do Interior no estadual. No entanto, foram mais dois empates e três derrotas nas últimas rodadas e o objetivo agora é fugir da degola.
Com desfalques por contusões – o lateral esquerdo Bruno Recife, o zagueiro Welton Felipe e o volante Glauber – e suspensão – o goleiro Emerson levou o terceiro cartão amarelo – o Leão da Araraquarense tenta juntar os cacos para surpreender o Palmeiras. Aliás, foi contra o Alviverde, ano passado, que o time da região conseguiu sua única vitória contra um dos ‘grandes’ do Estado (1 a 0 no Pacaembu). “Para nós é uma decisão, vamos tentar nos impor e com tranquilidade chegar à vitória”, disse o goleiro Gustavo, substituto de Emerson.

No meio-campo, no lugar de Glauber, Baitello pode optar por Mineiro ou mesmo o zagueiro Augusto, numa mudança tática. Ontem, como de hábito nas vésperas de jogos, o time treinou com portões fechados. Para complicar ainda mais a vida do Mirassol, o Palmeiras está invicto como visitante no A-1 – foram cinco empates e uma vitória.

Além disso, o Leão sofre como mandante – dos 12 pontos somados até agora na competição, sete foram em casa – vitórias sobre Botafogo e São Caetano e empate com o Guarani. “Com humildade queremos levar os três pontos para São Paulo, também estamos precisando, sabemos da qualidade do Mirassol, é ter tranquilidade e paciência”, disse o meia Wesley.

Com 25 pontos, o Palmeiras está próximo de se garantir nas quartas de final e dar esperança ao seu torcedor de que pode brigar pelo título. “Aos poucos as coisas vão se encaixando, estamos numa crescente e temos a chance de demonstrar isso a cada dia”, emendou Wesley. “É uma situação normal (brigar pelo título), estamos trabalhando para que isso possa acontecer.”

Para o técnico Gilson Kleina, o duelo não é tão simples. “É uma equipe perigosa, com objetivo definido que é sair das últimas posições, experiente, com jogadores que conheço bastante e temos de ser inteligentes e jogar com total atenção”, afirmou Kleina.

Sergio Isso
O meio-campista Wesley na chegada do Palmeiras a Rio Preto

Alviverde encara ‘voo rasteiro’

Ao invés da ponte aérea, a delegação do Palmeiras preferiu uma viagem por terra até Rio Preto, onde está concentrada no hotel Michelângelo para o duelo com o Mirassol hoje, no estádio Maião. Foram cinco longas horas de ônibus. “Foi uma viagem legal, agora é descansar. Já estava programado, são só cinco horas e acabando o jogo já voltamos e chegando na madrugada os atletas vão descansar mais”, comentou o técnico Gilson Kleina. Sábado, o Palmeiras pega o Linense, no Pacaembu, às 18h30.

A chegada do Verdão a Rio Preto foi tranquila. Apenas quatro torcedores ficaram na área externa do hotel atrás da atenção dos atletas. Os amigos Thiago Fonseca, Erto Silva, João Fernando Barbosa e Luís Sérgio Saes Filho, porém, só conseguiram fotos com o treinador palmeirense. “Faz falta ter um cara como o Marcão (goleiro). Não é torcida organizada, são quatro pessoas para eles atenderem. Depois não sabem porque o torcedor xinga. Estamos aqui para idolatrar os caras e eles não dão a mínima atenção”, reclamou Luís Sérgio.

“Tá mais fácil descer um jogador do Rio Preto aqui”, brincou Thiago, com o fato de o Jacaré também estar concentrado no mesmo hotel do Palmeiras, para o jogo de hoje contra o Guaçuano, pela Série A-3. Os quatro torcedores ficaram das 17h45 até as 19h e foram embora debaixo de um chuvisqueiro sem conseguir fotos ou autógrafos dos jogadores do Palmeiras. “Temos um blog, o Viva Palestra RP, e queríamos fotos com eles e fazer alguns vídeos. Falaram que voltariam depois, mas desisto”, disse Luís Sérgio.

Ficha técnica:

Mirassol
Gustavo; Pio, Leonardo, Gian e Diogo; Alex Silva, Mineiro (Augusto), Leomir e Camilo; Tiago Luís e André Luís. Técnico: Ivan Baitello.

Palmeiras
Fernando Prass; Weldinho, Maurício Ramos, André Luiz e Juninho; Léo Gago, Márcio Araújo, Charles e Wesley; Leandro e Caio. Técnico: Gilson Kleina.

Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araújo. Local: estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol, hoje, às 19h30, com transmissão ao pelo canal por assinatura SporTV. Ingressos: R$ 120 (coberta) e R$ 60 (geral). Há meia-entrada para os dois setores para mulheres, menores de 5 a 12 anos, aposentados, militares fora de serviço e estudantes com carteirinha

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password