Metalúrgico acusa gerente de racismo

Um metalúrgico de 29 anos acusa o gerente da empresa em que ele trabalha de ter praticado injuria racial. O empregado disse à polícia que foi xingado de “macaco”, “urubu” e “beiçudo”. O caso teria acontecido, na quarta-feira, 23, durante o horário de almoço, em uma empresa no bairro Cristo Rei, em Rio Preto.

O metalúrgico M.A.S.A. afirma que usou o celular para gravar as ofensas feitas pelo gerente e pretende entregar o áudio à polícia. “Não quero prejudicar a empresa. Tenho até medo de perder o emprego depois que procurei a polícia para fazer o boletim de ocorrência, mas não posso deixar passar uma ofensa deste tipo”, diz o metalúrgico.

O Diário tentou contato com o gerente acusado de cometer as ofensas, mas, até o momento, ele não foi encontrado. Marco Antonio dos Santos/Diário da Região

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password