Mesmo com meta atingida, Votuporanga volta a oferecer vacina da gripe

Pessoas que estão incluídas no público-alvo da campanha e ainda não receberam a dose da vacina, poderão encontrá-la a partir da próxima semana em uma das unidades de saúde.

A partir da próxima semana, as unidades de saúde de Votuporanga receberão novas doses da vacina contra a gripe, disponibilizadas aos grupos prioritários pela Campanha Nacional de Imunização. Com os estoques abastecidos, a população-alvo que ainda não se imunizou nesta ação poderá receber a vacina em um dos Consultórios Municipais. O município já atingiu a meta total estabelecida pelo Ministério da Saúde, com a vacinação de 22,6 mil pessoas, o que corresponde a 93.56% de imunizados.

A estratégia iniciada no dia 23 de abril, possui cobertura vacinal de 90% estipulada pelo Governo Federal aos municípios.

Os grupos formados pelas gestantes e pelas crianças com idade entre seis meses e menos de cinco anos continuam apresentando baixos índices de vacinação, com 74,7% e 85,7% desses públicos, respectivamente. As mulheres pós-gestação (puérperas) imunizadas representam 124.60%, idosos que receberam a vacina chegam a 100,1%, os trabalhadores da saúde, 87,79%, além de 85.82% dos professores também já tomaram a dose.  Neste final de campanha, a ação foi ampliada para atender outros dois públicos, crianças de cinco a nove anos e adultos entre 50 e 59 anos.

A vacina disponibilizada pelo Ministério neste ano é a trivalente, que protege contra os vírus H1N1, H3N2 e Influenza B (gripe comum).

As unidades de saúde de Votuporanga permanecem em funcionamento de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h, exceto aos feriados, e estão abastecidas com doses suficientes para a vacinação daqueles que contemplam o público-alvo desta ação.

 

Sintomas

Os sinais e sintomas da gripe H1N1 são parecidos com os da gripe comum, mas podem ser mais graves e costumam incluir algumas complicações, como febre alta, tosse, dor de cabeça, dores musculares, falta de ar, espirros, dor na garganta, fraqueza, coriza e congestão nasal.

 

Contágio e Prevenção

O contágio da gripe ocorre através das secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar. O vírus também é transmitido da forma indireta, por meio das mãos que podem levar o agente infeccioso direto à boca, olhos e nariz, após o contato com superfícies contaminadas por secreções respiratórias.

 

Medidas de prevenção à doença devem ser adotadas: 

* Tomar os cuidados gerais de higiene pessoal;

* Lavar frequentemente as mãos com bastante água e sabão;

* Fazer uso do álcool gel;

* Usar lenços descartáveis para cobrir a boca e nariz ao tossir ou espirrar;

* Evitar aglomerações e o contato com pessoas doentes;

* Não levar as mãos aos olhos, boca ou nariz depois de ter tocado em superfícies ou objetos de uso coletivo, como maçanetas, telefones, entre outros

* Não compartilhar copos, talheres ou objetos de uso pessoal;

* Procurar assistência médica se surgirem sintomas compatíveis com os da infecção pelo vírus da influenza tipo A.

0 Comentários

Deixe um Comentário

19 − quinze =

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password