Médico demitido em Araçatuba ao criticar o PT atende pacientes na calçada

A demissão do médico de família Johannes Samuel de Almeida, em Araçatuba, vai completar três meses no próximo dia 14. O afastamento, que ocorreu após o profissional criticar o PT em uma palestra, repercutiu entre os mordores do bairro Alvorada, onde ele atendia.

Na terça-feira (8), Almeida “retornou” para o bairro, mas dessa vez como visitante. Contudo, ele chegou a consultar alguns pacientes em frente à UBS (Unidade Básica de Saúde) local. “Foi muito bom. Sabe aquela sensação de que ainda não terminou aquele ciclo e que ainda poderá gerar muito frutos? Vi nas pessoas a mesma indignação e negação a governos que não respeitam a liberdade de expressão”, comentou o médico, que continua com a pretensão de voltar a trabalhar na unidade.

Para a garçonete Adriana de Oliveira Silva, 39, foi emocionante o encontro com o médico, já que o povo clama por sua volta. “Todos foram bem carinhosos com ele, inclusive os funcionários da UBS”, contou a moradora.

Espera

Além do desejo do retorno de Almeida, os moradores ainda esperam ser atendidos pela Prefeitura para conversar sobre o assunto.

A população já realizou algumas manifestações pedindo a volta do médico e a promessa era de que o prefeito Cido Sério (PT) atenderia um grupo que representa o Alvorada junto com membros da ASF (Associação Saúde da Família), organização social contratada pelo município para gerenciar serviços da atenção básica de saúde.

No entanto, a Prefeitura e a ASF não responderam se há alguma data marcada para o encontro com os moradores. O município também não disse se contratou um outro médico de família para trabalhar na UBS (Unidade Básica de Saúde) do Alvorada.

Créditos da matéria: www.ocnet.com.br

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password