Média de chuvas de maio já supera anos anteriores

Plantações da região como as de laranja e seringueiras ganham mais força e prometem safras mais gordas para este ano

Com a chegada do outono, esperava-­se a redução no volume de chuvas em relação ao verão, mas segundo a Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira, que monitora o clima na região noroeste paulista, o volume de chuva acumulada no mês de maio na região já superou a média histórica.

Em Votuporanga, até a data de ontem, o acumulado de chuvas no mês de maio já era de 67,5%. Em 2014 no mesmo mês foram 23,5% e em 2013, apenas 54,5%.

De acordo com o engenheiro agrônomo da Cati (Coordenadoria de Assistência Técnica Integral), o período de chuvas a mais neste mês favoreceu as plantações de seringueira e de laranja. “A chuva ajuda a encher o fruto da laranja, deixa a seringueira mais forte, além disso, está recuperando nossos mananciais. A represa do Rio Grande que estava seca já está enchendo novamente, então os benefícios são muitos. Quem tinha que colher, já colheu. Agora é esperar”, disse.

Os municípios da região tiveram precipitação superior a sua média histórica e o acumulado das chuvas já somam uma média de aproximadamente 99 milímetros na região Noroeste Paulista, que engloba a área compreendida entre a margem direita do rio Tietê e a margem esquerda do rio Grande, tendo o rio Paraná como divisa a oeste do Estado de São Paulo.

Mais chuvas

De acordo com o site Climatempo, a previsão é de mais chuvas para Votuporanga até o fim do mês. Na quinta­feira as nuvens retornam deixando o dia nublado e com chuva a qualquer momento. Já na sexta­feira, a estimativa é de sol com pancadas de chuva de manhã e muitas nuvens à tarde.

No sábado não há previsão de chuvas, mas no domingo, as nuvens aumentam com possibilidade de pancadas de chuva à tarde e à noite. Isabela Jardinetti/A Cidade

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password