Marcelo Henrique quer se manter na Votuporanguense

O CAV (Clube Atlético Votuporanguense) fez a lição de casa, mas não foi suficiente para se classificar para a próxima fase. A Alvinegra venceu o rebaixado Noroeste por 2 a 1, mas terminou sua participação no campeonato com 27 pontos, na nona colocação.

Para o auxiliar técnico que comandou a equipe no último jogo, Marcelo Henrique Dias, o clube jogou bem no domingo. “Os atletas fizeram o que eu pedi, principalmente no segundo tempo. Solicitei que eles jogassem com mais alegria, mais soltos e que fossem para cima do adversário. Isso aconteceu, mas somente na segunda etapa”, frisou. 
Duas vitórias. Este é o balanço de Marcelo à frente do CAV. No primeiro duelo contra Guaçuano (depois da saída de Fransergio) foi 1 a 0. No domingo, a Votuporanguense ganhou por 2 a 1. Estatísticas que enchem o treinador interino de esperança. “Depende da diretoria eu permanecer no clube, mas me sinto preparado para assumir o time de vez. Se por acaso não for o comandante, quero continuar colaborando com o grupo”, destacou.

3 jogos
Para Marcelo, três partidas foram desperdiçadas pela Votuporanguense. “Foram duelos que perdemos no último minuto, como contra o Sertãozinho, Rio Preto (empate por 3 a 3) e Independente de Limeira (1 a 1). Levamos gols e isso não poderia ter acontecido”, citou.

Os erros
O técnico interino ressaltou que fisicamente, o time não era bom. “Precisamos de um plantel mais adequado. A pessoa, que era responsável pelo elenco, trouxe muitos jogadores que não renderam o que foi prometido”, disse.
Marcelo não citou nomes e nem deu pistas de quem manteria no clube, caso assuma de vez o CAV. “Teria que fazer uma análise mais profunda e ver com a diretoria quais os planos e o valor disponível para a contratação. Em cima disso daria meus palpites, dos jogadores que iriam continuar. Não passam de seis nomes”, disse.
Os favoritos
Para ele, Novorizontino, Rio Preto, São José e na Inter de Limeira são os favoritos ao acesso. “Foi um campeonato que estava muito nivelado e se a gente não tivesse errado tanto durante o campeonato, era um ano bom para ter o acesso”, complementou.
Andressa Aoki A CIdade

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password