Mãe tenta dar água sanitária em mamadeira para a filha

Uma mulher foi presa em flagrante em Urupês, anteontem, acusada de tentar dar uma mamadeira com água sanitária para a filha de um ano. À polícia, Simone Cristina Corniani dos Santos, 21 anos, disse que o ato seria vingança contra o pai da menina. Ela não conseguiu dar a mamadeira porque a mãe dela, avó da criança, percebeu que o líquido não era leite.

De acordo com a Polícia Militar, na manhã de terça-feira, Simone teria discutido com o pai do bebê, que não mora junto com ela. O motivo da discussão não foi revelado. Com raiva, ela teria preparado a mamadeira assim que chegou em casa, no Parque Mundo Novo. Ao ver um líquido estranho, a vó da criança impediu a entrega e chamou a polícia.

Exaltada, Simone foi presa em flagrante. Ao delegado, ela disse que não pretendia dar a água sanitária à filha. A intenção seria apenas assustar o pai da menina. Segundo a Polícia Civil, em outra ocasião, o homem já foi preso por agressão física à mulher. Ela foi encaminhada à cadeia de Santa Adélia e pode responder por tentativa de homicídio. Segundo a polícia, a avó vai ficar provisoriamente com a menina.

Ingestão

A ingestão de água sanitária pode trazer danos ao tecido da garganta e do estômago devido às propriedades cáusticas. De acordo com o Ministério da Saúde, em caso de ingestão de qualquer produto tóxico, a recomendação é procurar um serviço de emergência o quanto antes. Não são recomendados a indução ao vômito nem a ingestão de leite, vinagre ou suco de limão. É importante conservar a embalagem do produto para esclarecer possíveis dúvidas quanto à composição. DiárioWeb

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password