Mãe e filho morrem atropelados na rodovia entre Rio Preto e Mirassol

Eles foram atingidos por um carro embaixo de passarela. Pai e bebê de três meses não ficaram feridos.

Uma mulher de 26 anos e o filho dela, de 4, morreram atropelados na noite de quinta-feira (13), perto de uma passarela de pedestres na rodovia Washington Luís, entre São José do Rio Preto(SP) e Mirassol (SP). Segundo informações da Polícia Rodoviária Estadual, a família – ela, o marido e os dois filhos – tinham acabado de descer de um ônibus no acostamento da rodovia e tentaram atravessar quando a mãe e o menino foram atingidos por um carro. O marido e o outro filho, de três meses, não ficaram feridos.

O motorista do veículo disse à polícia que a mulher teria se assustado com a aproximação do carro, parou no meio da rodovia e ele não conseguiu frear a tempo.

A mãe e a criança foram socorridas, mas não resistiram aos ferimentos. De acordo com a polícia, a família é do Maranhão e morava em Mirassol há três anos. O pai e o bebê não tiveram ferimentos graves, mas foram levados para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Mirassol devido ao susto.

Segundo o soldado da Polícia Rodoviária Estadual, Eder Sumário, o fluxo de veículos no trecho onde aconteceu o acidente, geralmente, é intenso e os carros passam em alta velocidade no local, apesar do limite de velocidade ser de 90 km/h.

Alambrado
Pedestres improvisaram passagens com pedaços de madeira sobre uma canaleta de escoamento da água da chuva perto do local do acidente, o que evidencia a constante travessia no trecho. Segundo o soldado, o alambrado instalado em alguns pontos dificultaria a passagem dos pedestres, mas a população fez vários buracos nestes alambrados, o que facilita a travessia para o outro lado da pista. “A tela, que seria para proteger, tem diversos buracos. A Polícia Rodoviária e a empresa que administra a rodovia fiscalizam esses locais e pedem a manutenção das telas para evitar acidentes, mas os buracos voltam a aparecer. É arriscado atravessar, por isso é importante que os pedestres respeitem e usem a passarela para atravessar com segurança”, orienta.

Outro Caso
Em setembro, uma mulher de 45 anos e a filha dela, de 6, foram atropeladas no trecho urbano da rodovia Washington Luís, perto da Vila Toninho, em São José do Rio Preto (SP). Segundo a Polícia Rodoviária Estadual, mãe e filha atravessavam a pista quando foram atingidas por um carro. O atropelamento foi em um horário de bastante movimento na rodovia e aconteceu a aproximadamente um quilômetro de onde tem uma passarela. A criança morreu um dia após o atropelamento. G1

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password