Liminar proíbe corte da figueira da Escola JAP

Uma liminar concedida pela Justiça proibiu o corte de uma arvore histórica, considerada um cartão postal em Fernandópolis. A ordem judicial partiu do juíz Heitor Miura que impôs multa de 100 mil reais para quem desobedecer a decisão.

A autori do pedido foi do presidente da Associação de Amigos, Jesiel Macedo, contra uma decisão da Secretaria de Meio Ambiente do Estado de São Paulo que determinou o corte da figueira plantada na década de 60.

Uma ação popular já esta sendo elaborada para evitar o corte.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password