Karatê se prepara para duas competições nacionais

Em setembro, equipe treinada pelo “sensei” Adebaor encara Copa Brasil e Cedral e Campeonato Nacional no Rio de Janeiro

Força, velocidade, coordenação motora e reflexo. Essas são algumas das qualidades necessárias para um bom lutador de Karatê conseguir se destacar no esporte, que tem bons representantes em Votuporanga. prova disso é a escolinha mantida há 20 anos pela Secretaria Municipal de Esportes, que revelou talentos e que hoje, prepara seus atletas para a disputa de dois campeonatos nacionais no mês de setembro.

Segundo o professor Adebaor Domingos Borges, as duas competições são campeonatos importantes. O primeiro deles é o Campeonato Nacional, que acontece na capital fluminense nos dias 3 e 4 de setembro. Depois, no dia 20, é a vez da Copa Brasil, na cidade de Cedral. Adebaor destaca a importância de apoio para participar das lutas. “Temos algumas dificuldades por conta das distâncias para chegar a esses campeonatos, mas o secretário de Esportes, o Mineiro, se comprometeu a ajudar. Estamos pensando em levar 15 atletas nas categorias infantil, juvenil, adulto e master, “Kata” (individual e por equipes), luta (Individual e por equipes), e luta com armas (também individual e por equipes).

Os atletas fazem parte das escolinhas que têm aulas de segunda a sexta-­feira no Ginásio Mário Covas e no CSU (Centro Social Urbano). O projeto atende crianças de 7 a 17 anos de idade e conta atualmente com aproximadamente 80 atletas. Segundo Adebaor, as aulas já revelaram atletas que brilharam em Jogos Regionais, Nacionais, Sul-­americanos, Pan-­americanos e até Mundiais.

As inscrições para quem quiser fazer aulas estão abertas e os interessados podem buscar mais informações no telefone da Secretaria Municipal de Esportes, o 3426-­1200.

Karatê

O Karatê não é apenas uma atividade para o corpo, mas também para a mente. O esporte proporciona grande condicionamento cardiovascular e muscular, desenvolve a coordenação motora e a mobilidade das articulações. Em um treino puxado, pode­se perder cerca de 800 kcal/h. E não para por aí: a arte marcial exige exercício mental em que o lutador passa a criar estratégias e aprende a controlar as suas emoções. Jociano Garofolo/A Cidade

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password